Participe do sorteio: Transforme a educação e concorra a prêmios!

Participe do sorteio: Transforme a educação e concorra a prêmios! Quanto mais cursos você concluir, mais chances de ganhar.

Certificado De Autorização Secap/Me Nº 01.013577/2021

Menina realiza atividade utilizando o laptop acompanhada do pai, que segura lápis sobre um caderno.
Ensino híbrido: como fazer na minha escola?

Período de realização: 13/09 a 25/10

Ensino híbrido: como fazer na minha escola?
Indique este curso:

Período de realização: 13/09 a 25/10


*** 100% gratuito | Alinhado à BNCC ***

A pandemia do novo coronavírus provocou mudanças inéditas na educação em todos os países. O ensino remoto se transformou em única opção por vários meses. No Brasil, somaram-se aos desafios de aprendizagem as dificuldades de infraestrutura e conectividade vividas por centenas de escolas e famílias.


Na busca por ajudar professores e gestores a implementarem caminhos para recuperar aprendizagens dos estudantes, investir em seu protagonismo e repensar a educação, considerando os múltiplos contextos presentes em nosso país, nasce o curso Ensino híbrido: como fazer na minha escola?

 

A formação é fruto da parceria entre Nova Escola, ProFuturo, Fundação Lemann, Instituto Natura e Instituto Sonho Grande. Por meio de práticas concretas de professores da educação básica e inspirações alinhadas à Base Nacional Comum Curricular, são explorados diferentes modelos de ensino híbrido: Rotação por Estações, Laboratório Rotacional, Sala de Aula Invertida e Modelo Virtual Aprimorado. Também são discutidas e exemplificadas adaptações das estratégias apresentadas para aulas presenciais, parcialmente presenciais ou remotas, incluindo cenários de pequeno acesso a tecnologias digitais.

>>> Para recomendar a colegas, clique nos ícones acima.

Como esse curso inova
Inova ao propor estratégias e oportunidades de aprendizagem, personalização e autoria em contextos diversos com suporte do ensino híbrido.
11 de outubro a 08 de novembro

Estou encantada com o curso! Já fiz outros cursos de ensino híbrido, mas este foi especial. Ver colegas de profissão contando suas experiências através de exemplos foi enriquecedor. Parabéns à equipe organizadora!

Andréia dos Reis Lima, MG.

Objetivos

Por meio de práticas concretas de professores da educação básica e inspirações alinhadas à Base Nacional Comum Curricular, a formação propõe explorar diferentes modelos de ensino híbrido: Rotação por Estações, Laboratório Rotacional, Sala de Aula Invertida e Modelo Virtual Aprimorado. Também são discutidas e exemplificadas adaptações das estratégias apresentadas para aulas presenciais, parcialmente presenciais ou remotas, incluindo cenários de pequeno acesso a tecnologias digitais.

A partir do curso, espera-se que o professor:

  • compreenda os diferentes conceitos presentes na BNCC (Base Nacional Comum Curricular), como ela se estrutura e como preparar propostas alinhadas à Base nos contextos de ensino presencial, parcialmente presencial e remoto;
  • compreenda o conceito de ensino híbrido;
  • conheça diferentes modelos de ensino híbrido – Rotação por Estações, Laboratório Rotacional, Sala de Aula Invertida e Modelo Virtual Aprimorado – e as combinações que oportunizam;
  • identifique as contribuições dos modelos discutidos para o ensino presencial, parcialmente presencial e remoto;
  • conte com elementos para planejar e implementar estratégicas pedagógicas suportadas pelo ensino híbrido com foco na participação efetiva e na autoria dos estudantes.

A partir da aplicação de aprendizagens construídas no curso pelo educador, espera-se que o estudante:

  • reconheça seu papel, suas responsabilidades e possibilidades nos diferentes modelos de ensino híbrido explorados no curso;
  • identifique recursos e suportes para sua aprendizagem em aulas presenciais, parcialmente presenciais ou remotas;
  • cultive e exercite a curiosidade, o pensamento crítico e inventivo independentemente da modalidade de ensino;
  • mostre-se capaz de ajudar e ser ajudado em cenários de desafios e novidades, fortalecendo a competência de cooperação.

 

Alinhamento à BNCC

O curso apresenta um módulo específico que apresenta a estrutura e os principais conceitos presentes na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), enfatizando a necessidade de observar as orientações do documento na construção de propostas pedagógicas independentemente do contexto e da modalidade de ensino. No módulo, além do suporte teórico e conceitual, é compartilhado um passo a passo para planejar uma proposta de aula alinhada às indicações constantes no documento.

Ao longo da formação, é analisado e exemplificado o caminho que a BNCC percorre até chegar à sala de aula, ou seja, como deve ser contemplada no planejamento do professor para possibilitar o desenvolvimento das aprendizagens dos alunos. Em todos os módulos, são discutidos planos de aula concretos, com objetivos de aprendizagem orientados por habilidades de diferentes componentes curriculares nas etapas do ensino fundamental (anos finais) e do ensino médio.

 


 

Módulos

 

Módulo 1 – BNCC: o que é e como levá-la para a sala de aula

O módulo 1 apresenta a estrutura e os principais conceitos presentes na Base Nacional Comum Curricular, enfatizando que o documento tem força de lei e continua válido em todos os contextos e modalidades de aprendizagem. Discute os papéis de gestores, professores e alunos para a implementação da BNCC e orienta o educador, por meio de exemplos práticos, na elaboração de propostas alinhadas à Base.


 

Módulo 2 – Ensino Híbrido: Rotação por Estações

O módulo 2 trata do modelo de Rotação por Estações como uma valiosa e produtiva possibilidade de trabalho em sala de aula presencial que pode inspirar práticas em contextos remotos e parcialmente presenciais. São abordados temas como o papel do professor e dos alunos, o tipo de atividade a ser realizada em cada estação, como driblar a dificuldade de acesso às tecnologias digitais e como avaliar os alunos quando o modelo de Rotação por Estações é colocado em cena. 


 

Módulo 3 – Ensino Híbrido: Laboratório Rotacional

O módulo 3  aborda o modelo Laboratório Rotacional como uma estratégia potente de trabalho em sala de aula presencial e como inspiração para aulas nos contextos remoto e parcialmente presencial (inclusive em instituições sem laboratório de informática e sem acesso à internet). São abordados temas como autonomia dos alunos, docência reflexiva, espaços escolares e recursos digitais na avaliação.


 

Módulo 4 – Ensino Híbrido: Sala de Aula Invertida

O módulo 4 trata do modelo Sala de Aula Invertida como mais uma promissora estratégia de trabalho para os contextos de ensino presencial, remoto e parcialmente presencial. São abordados temas como cultura escolar, ressignificação de projetos de sucesso, autonomia dos alunos e avaliação. 


 

Módulo 5 – Ensino Híbrido: Modelo Virtual Aprimorado

O módulo 5 aborda o Modelo Virtual Aprimorado como estratégia de trabalho com flexibilidade para adaptação aos cenários de ensino presencial e remoto (inclusive em instituições sem conectividade). São abordados temas como lição de casa, engajamento dos alunos, roteiros de estudo e importância do feedback.


 

Módulo 6 – Ensino híbrido: como selecionar e trabalhar com os modelos

O módulo 6 apresenta possibilidades de explorar os modelos de maneira integrada. São abordados temas como plataformas adaptativas, formação continuada, reconhecimento de demandas e intencionalidade pedagógica.


 

Atividades avaliativas

Para obter aprovação no curso, é preciso alcançar, no mínimo, 70% de média no conjunto dos seis questionários avaliativos.

Conheça as principais características deste curso e encontre cursos semelhantes:
Carga Horária:
54 horas





Caminhos para a Inovação:
Cultura Digital Tempo e Espaço Currículo

Autoria:

Nova Escola, Eliane Siqueira, Fernando de Mello Trevisani, Ailton Luiz Camargo, Flávia Moura e Carla Fernanda Ferreira Pires


Certificação:

Centro Universitário Ítalo Brasileiro

Curso Gratuito
Certificado Incluso
Indique este curso:

Período de realização: 13/09 a 25/10


*** 100% gratuito | Alinhado à BNCC ***

A pandemia do novo coronavírus provocou mudanças inéditas na educação em todos os países. O ensino remoto se transformou em única opção por vários meses. No Brasil, somaram-se aos desafios de aprendizagem as dificuldades de infraestrutura e conectividade vividas por centenas de escolas e famílias.


Na busca por ajudar professores e gestores a implementarem caminhos para recuperar aprendizagens dos estudantes, investir em seu protagonismo e repensar a educação, considerando os múltiplos contextos presentes em nosso país, nasce o curso Ensino híbrido: como fazer na minha escola?

 

A formação é fruto da parceria entre Nova Escola, ProFuturo, Fundação Lemann, Instituto Natura e Instituto Sonho Grande. Por meio de práticas concretas de professores da educação básica e inspirações alinhadas à Base Nacional Comum Curricular, são explorados diferentes modelos de ensino híbrido: Rotação por Estações, Laboratório Rotacional, Sala de Aula Invertida e Modelo Virtual Aprimorado. Também são discutidas e exemplificadas adaptações das estratégias apresentadas para aulas presenciais, parcialmente presenciais ou remotas, incluindo cenários de pequeno acesso a tecnologias digitais.

>>> Para recomendar a colegas, clique nos ícones acima.

Como esse curso inova
Inova ao propor estratégias e oportunidades de aprendizagem, personalização e autoria em contextos diversos com suporte do ensino híbrido.
11 de outubro a 08 de novembro

Estou encantada com o curso! Já fiz outros cursos de ensino híbrido, mas este foi especial. Ver colegas de profissão contando suas experiências através de exemplos foi enriquecedor. Parabéns à equipe organizadora!

Andréia dos Reis Lima, MG.

Objetivos

Por meio de práticas concretas de professores da educação básica e inspirações alinhadas à Base Nacional Comum Curricular, a formação propõe explorar diferentes modelos de ensino híbrido: Rotação por Estações, Laboratório Rotacional, Sala de Aula Invertida e Modelo Virtual Aprimorado. Também são discutidas e exemplificadas adaptações das estratégias apresentadas para aulas presenciais, parcialmente presenciais ou remotas, incluindo cenários de pequeno acesso a tecnologias digitais.

A partir do curso, espera-se que o professor:

  • compreenda os diferentes conceitos presentes na BNCC (Base Nacional Comum Curricular), como ela se estrutura e como preparar propostas alinhadas à Base nos contextos de ensino presencial, parcialmente presencial e remoto;
  • compreenda o conceito de ensino híbrido;
  • conheça diferentes modelos de ensino híbrido – Rotação por Estações, Laboratório Rotacional, Sala de Aula Invertida e Modelo Virtual Aprimorado – e as combinações que oportunizam;
  • identifique as contribuições dos modelos discutidos para o ensino presencial, parcialmente presencial e remoto;
  • conte com elementos para planejar e implementar estratégicas pedagógicas suportadas pelo ensino híbrido com foco na participação efetiva e na autoria dos estudantes.

A partir da aplicação de aprendizagens construídas no curso pelo educador, espera-se que o estudante:

  • reconheça seu papel, suas responsabilidades e possibilidades nos diferentes modelos de ensino híbrido explorados no curso;
  • identifique recursos e suportes para sua aprendizagem em aulas presenciais, parcialmente presenciais ou remotas;
  • cultive e exercite a curiosidade, o pensamento crítico e inventivo independentemente da modalidade de ensino;
  • mostre-se capaz de ajudar e ser ajudado em cenários de desafios e novidades, fortalecendo a competência de cooperação.

 

Alinhamento à BNCC

O curso apresenta um módulo específico que apresenta a estrutura e os principais conceitos presentes na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), enfatizando a necessidade de observar as orientações do documento na construção de propostas pedagógicas independentemente do contexto e da modalidade de ensino. No módulo, além do suporte teórico e conceitual, é compartilhado um passo a passo para planejar uma proposta de aula alinhada às indicações constantes no documento.

Ao longo da formação, é analisado e exemplificado o caminho que a BNCC percorre até chegar à sala de aula, ou seja, como deve ser contemplada no planejamento do professor para possibilitar o desenvolvimento das aprendizagens dos alunos. Em todos os módulos, são discutidos planos de aula concretos, com objetivos de aprendizagem orientados por habilidades de diferentes componentes curriculares nas etapas do ensino fundamental (anos finais) e do ensino médio.

 


 

Módulos

 

Módulo 1 – BNCC: o que é e como levá-la para a sala de aula

O módulo 1 apresenta a estrutura e os principais conceitos presentes na Base Nacional Comum Curricular, enfatizando que o documento tem força de lei e continua válido em todos os contextos e modalidades de aprendizagem. Discute os papéis de gestores, professores e alunos para a implementação da BNCC e orienta o educador, por meio de exemplos práticos, na elaboração de propostas alinhadas à Base.


 

Módulo 2 – Ensino Híbrido: Rotação por Estações

O módulo 2 trata do modelo de Rotação por Estações como uma valiosa e produtiva possibilidade de trabalho em sala de aula presencial que pode inspirar práticas em contextos remotos e parcialmente presenciais. São abordados temas como o papel do professor e dos alunos, o tipo de atividade a ser realizada em cada estação, como driblar a dificuldade de acesso às tecnologias digitais e como avaliar os alunos quando o modelo de Rotação por Estações é colocado em cena. 


 

Módulo 3 – Ensino Híbrido: Laboratório Rotacional

O módulo 3  aborda o modelo Laboratório Rotacional como uma estratégia potente de trabalho em sala de aula presencial e como inspiração para aulas nos contextos remoto e parcialmente presencial (inclusive em instituições sem laboratório de informática e sem acesso à internet). São abordados temas como autonomia dos alunos, docência reflexiva, espaços escolares e recursos digitais na avaliação.


 

Módulo 4 – Ensino Híbrido: Sala de Aula Invertida

O módulo 4 trata do modelo Sala de Aula Invertida como mais uma promissora estratégia de trabalho para os contextos de ensino presencial, remoto e parcialmente presencial. São abordados temas como cultura escolar, ressignificação de projetos de sucesso, autonomia dos alunos e avaliação. 


 

Módulo 5 – Ensino Híbrido: Modelo Virtual Aprimorado

O módulo 5 aborda o Modelo Virtual Aprimorado como estratégia de trabalho com flexibilidade para adaptação aos cenários de ensino presencial e remoto (inclusive em instituições sem conectividade). São abordados temas como lição de casa, engajamento dos alunos, roteiros de estudo e importância do feedback.


 

Módulo 6 – Ensino híbrido: como selecionar e trabalhar com os modelos

O módulo 6 apresenta possibilidades de explorar os modelos de maneira integrada. São abordados temas como plataformas adaptativas, formação continuada, reconhecimento de demandas e intencionalidade pedagógica.


 

Atividades avaliativas

Para obter aprovação no curso, é preciso alcançar, no mínimo, 70% de média no conjunto dos seis questionários avaliativos.

Conheça as principais características deste curso e encontre cursos semelhantes:
Carga Horária:
54 horas





Caminhos para a Inovação:
Cultura Digital Tempo e Espaço Currículo

Autoria:

Nova Escola, Eliane Siqueira, Fernando de Mello Trevisani, Ailton Luiz Camargo, Flávia Moura e Carla Fernanda Ferreira Pires


Certificação:

Centro Universitário Ítalo Brasileiro

Ensino híbrido: como fazer na minha escola?
Curso Gratuito
Certificado Incluso

Período de realização

13/09 a 25/10

Carga Horária

54h