Professora de pé sorri e aponta caderno do aluno, que está sentado, escrevendo.
Defasagem de aprendizagem nos anos finais do Ensino Fundamental: (re)planejar para avançar

Período de realização: 05/02 a 01/04

Defasagem de aprendizagem nos anos finais do Ensino Fundamental: (re)planejar para avançar
Professora de pé sorri e aponta caderno do aluno, que está sentado, escrevendo.
Indique este curso:

Período de realização: 05/02 a 01/04


*** 100% gratuito | Alinhado à BNCC ***

A defasagem de aprendizagem é um desafio ainda a ser superado na educação pública e foi agravada com a pandemia da covid-19. Muitas vezes, o problema é visto como se estivesse apenas no aluno. Frequentemente, casos comuns de dificuldade ou de diferenças nos modos de aprender são confundidos com falta de aprendizado. A persistência dessa questão nos anos finais do Ensino Fundamental impacta diretamente na transição para o Ensino Médio. É essencial agir não apenas para reverter o cenário decorrente da pandemia, mas para buscar progredir na diminuição da defasagem, permitindo aos estudantes uma trajetória de sucesso escolar.​

Neste curso, fruto da parceria entre Nova Escola, Fundação Telefônica Vivo e Instituto Credit Suisse, serão vivenciados conceitos e aspectos centrais da recomposição de aprendizagens nos anos finais do Ensino Fundamental considerando o momento atual da educação. Você vai encontrar referências teóricas e práticas, se envolver em atividades “mão na massa” e participar de reflexões que possibilitam construir um planejamento com claras e objetivas intenções pedagógicas, focalizando aprendizagens essenciais para os estudantes progredirem em seus estudos.

>>> Para recomendar a colegas, clique nos ícones acima.

Como esse curso inova
Inova ao promover vivências e estratégias metodológicas diversificadas para fazer frente a um dos maiores desafios atuais da educação básica brasileira: a recomposição de aprendizagens essenciais.
De 04/03/2024 até 01/04/2024

O curso é excelente, riquíssimo de informações e estratégias que contribuem com a prática pedagógica. Para os professores, os desafios são enormes, mas devemos continuar fazendo parte de um processo que vise ao crescimento cognitivo de nossos estudantes e à superação da defasagem de aprendizagem.

Débora Pedrosa de Souza, AL

Objetivos

  • Promover reflexões sobre os desafios da defasagem de aprendizagem nos anos finais do Ensino Fundamental;
  • Estabelecer objetivos de aprendizagem claros e factíveis no momento de selecionar ou elaborar planos de aula, considerando as aprendizagens essenciais, as conexões com a BNCC (Base Nacional Comum Curricular) e a progressão de conhecimentos dos estudantes;
  • Discutir motivação e mobilização dos alunos para aprender, compreendendo a relevância desses processos para alcançar êxito no trabalho proposto;
  • Refletir sobre a relação entre planejar e avaliar, destacando o papel e a importância das avaliações diagnósticas e formativas. 

Competências pedagógicas

A partir do curso, espera-se que o educador:

  • analise os conceitos de defasagem, recomposição e recuperação de aprendizagens;
  • compreenda as etapas de planejamento e execução do trabalho de recomposição de aprendizagens;
  • faça uso consistente dos instrumentos avaliativos para mapear as necessidades e monitorar o progresso dos alunos;
  • conheça e implemente estratégias metodológicas que apoiem o aluno no processo de recomposição das aprendizagens;
  • elabore e selecione planos de aula a fim de promover a recomposição das aprendizagens e o desenvolvimento de habilidades dos estudantes a partir da BNCC e dos currículos das redes de ensino.

Competências esperadas nos alunos

A partir da aplicação de aprendizagens construídas no curso pelo educador, espera-se que o estudante:

  • compreenda as razões dos processos avaliativos e deles participe ativamente, evidenciando o que conhece, o que deseja aprender e as dificuldades que vivencia;
  • sinta-se corresponsável pelo desenvolvimento de competências, habilidades e aprendizagens, engajando-se nos estudos e na busca pelo conhecimento.

 

Como a BNCC é abordada?

A formação contempla a BNCC em todo o percurso do planejamento docente, que inclui a seleção da habilidade, sua transformação em objetivo de aprendizagem, a definição de evidências de aprendizagem, a sistematização do plano de aula e a implementação das experiências nele previstas. Com foco na recomposição de aprendizagens de estudantes dos anos finais do Ensino Fundamental, são examinados os processos cognitivos e as progressões presentes nos descritores que explicitam os objetos de conhecimento mobilizados nas habilidades, buscando-se a garantia de aprendizagens essenciais.

 

Trajetória

Unidade 1: Recompor o que e por quê?​

A unidade é composta de dois módulos. No módulo 1, vamos abordar dois conceitos centrais no enfrentamento à defasagem de aprendizagens, com ênfase no segmento dos anos finais do Ensino Fundamental: recomposição e recuperação. No módulo 2, observaremos nosso trabalho de uma perspectiva mais ampla e histórica, resgatando as razões para a existência de cada um dos componentes curriculares.​

Unidade 2: O que ensinar e como ensinar - um passo de cada vez​

Na unidade 2, também composta de dois módulos, vamos refletir sobre o que faremos e como faremos para superar os desafios que se apresentam para a educação brasileira nesse cenário pós pandemia e frente ao processo de transição curricular que as redes de ensino seguem vivenciando. Para isso, trabalharemos com base em referências potentes sobre o planejamento docente com foco na aprendizagem dos estudantes.​

Unidade 3: Planos de aula e desenvolvimento de habilidades​

Os dois módulos que compõem a unidade apresentam alguns dos motivos pelos quais uma das condições essenciais para o êxito do trabalho na recomposição das aprendizagens é a escolha e elaboração de planos de aula. Esses devem ser construídos a partir da definição de objetivos de aprendizagem claros, mensuráveis e que possam convergir para o desenvolvimento das habilidades, cabendo aos objetos de conhecimento selecionados o papel de meios que propiciam esse desenvolvimento. No módulo 1, trataremos dos principais aspectos a serem considerados na elaboração de planos de aula. No módulo 2, abordaremos as habilidades de pensamento.​

Unidade 4: Avaliação como monitoramento das aprendizagens​

Buscaremos, na unidade final, ampliar as perspectivas sobre processos avaliativos. No primeiro módulo da unidade, abordaremos as avaliações diagnósticas em contextos de recomposição das aprendizagens. No segundo, trataremos das avaliações formativas e do monitoramento da aprendizagem dos estudantes ao longo do ano.​

 

Atividade avaliativa do curso

  • Avaliação objetiva: para aprovação no curso, é necessário obter aproveitamento igual ou superior a 70% no questionário avaliativo final.

Conheça as principais características:
Carga Horária:
10 horas

Áreas do Conhecimento:
Transversal/ Projetos interdisciplinares Ciências Humanas Matemática

Modalidade:
Autoformativo (sem mediação)

Competências gerais da BNCC mobilizadas:
Conhecimento Pensamento científico, crítico e criativo Responsabilidade e cidadania

Recomendação Etapa/Série:
Ensino fundamental (anos finais)

Autoria:

Fernando Barnabé e Vitória Rodrigues e Silva


Certificação:

Centro Universitário Ítalo Brasileiro

Curso Gratuito
Certificado Incluso
Indique este curso:

Período de realização: 05/02 a 01/04


*** 100% gratuito | Alinhado à BNCC ***

A defasagem de aprendizagem é um desafio ainda a ser superado na educação pública e foi agravada com a pandemia da covid-19. Muitas vezes, o problema é visto como se estivesse apenas no aluno. Frequentemente, casos comuns de dificuldade ou de diferenças nos modos de aprender são confundidos com falta de aprendizado. A persistência dessa questão nos anos finais do Ensino Fundamental impacta diretamente na transição para o Ensino Médio. É essencial agir não apenas para reverter o cenário decorrente da pandemia, mas para buscar progredir na diminuição da defasagem, permitindo aos estudantes uma trajetória de sucesso escolar.​

Neste curso, fruto da parceria entre Nova Escola, Fundação Telefônica Vivo e Instituto Credit Suisse, serão vivenciados conceitos e aspectos centrais da recomposição de aprendizagens nos anos finais do Ensino Fundamental considerando o momento atual da educação. Você vai encontrar referências teóricas e práticas, se envolver em atividades “mão na massa” e participar de reflexões que possibilitam construir um planejamento com claras e objetivas intenções pedagógicas, focalizando aprendizagens essenciais para os estudantes progredirem em seus estudos.

>>> Para recomendar a colegas, clique nos ícones acima.

Como esse curso inova
Inova ao promover vivências e estratégias metodológicas diversificadas para fazer frente a um dos maiores desafios atuais da educação básica brasileira: a recomposição de aprendizagens essenciais.
De 04/03/2024 até 01/04/2024

O curso é excelente, riquíssimo de informações e estratégias que contribuem com a prática pedagógica. Para os professores, os desafios são enormes, mas devemos continuar fazendo parte de um processo que vise ao crescimento cognitivo de nossos estudantes e à superação da defasagem de aprendizagem.

Débora Pedrosa de Souza, AL

Objetivos

  • Promover reflexões sobre os desafios da defasagem de aprendizagem nos anos finais do Ensino Fundamental;
  • Estabelecer objetivos de aprendizagem claros e factíveis no momento de selecionar ou elaborar planos de aula, considerando as aprendizagens essenciais, as conexões com a BNCC (Base Nacional Comum Curricular) e a progressão de conhecimentos dos estudantes;
  • Discutir motivação e mobilização dos alunos para aprender, compreendendo a relevância desses processos para alcançar êxito no trabalho proposto;
  • Refletir sobre a relação entre planejar e avaliar, destacando o papel e a importância das avaliações diagnósticas e formativas. 

Competências pedagógicas

A partir do curso, espera-se que o educador:

  • analise os conceitos de defasagem, recomposição e recuperação de aprendizagens;
  • compreenda as etapas de planejamento e execução do trabalho de recomposição de aprendizagens;
  • faça uso consistente dos instrumentos avaliativos para mapear as necessidades e monitorar o progresso dos alunos;
  • conheça e implemente estratégias metodológicas que apoiem o aluno no processo de recomposição das aprendizagens;
  • elabore e selecione planos de aula a fim de promover a recomposição das aprendizagens e o desenvolvimento de habilidades dos estudantes a partir da BNCC e dos currículos das redes de ensino.

Competências esperadas nos alunos

A partir da aplicação de aprendizagens construídas no curso pelo educador, espera-se que o estudante:

  • compreenda as razões dos processos avaliativos e deles participe ativamente, evidenciando o que conhece, o que deseja aprender e as dificuldades que vivencia;
  • sinta-se corresponsável pelo desenvolvimento de competências, habilidades e aprendizagens, engajando-se nos estudos e na busca pelo conhecimento.

 

Como a BNCC é abordada?

A formação contempla a BNCC em todo o percurso do planejamento docente, que inclui a seleção da habilidade, sua transformação em objetivo de aprendizagem, a definição de evidências de aprendizagem, a sistematização do plano de aula e a implementação das experiências nele previstas. Com foco na recomposição de aprendizagens de estudantes dos anos finais do Ensino Fundamental, são examinados os processos cognitivos e as progressões presentes nos descritores que explicitam os objetos de conhecimento mobilizados nas habilidades, buscando-se a garantia de aprendizagens essenciais.

 

Trajetória

Unidade 1: Recompor o que e por quê?​

A unidade é composta de dois módulos. No módulo 1, vamos abordar dois conceitos centrais no enfrentamento à defasagem de aprendizagens, com ênfase no segmento dos anos finais do Ensino Fundamental: recomposição e recuperação. No módulo 2, observaremos nosso trabalho de uma perspectiva mais ampla e histórica, resgatando as razões para a existência de cada um dos componentes curriculares.​

Unidade 2: O que ensinar e como ensinar - um passo de cada vez​

Na unidade 2, também composta de dois módulos, vamos refletir sobre o que faremos e como faremos para superar os desafios que se apresentam para a educação brasileira nesse cenário pós pandemia e frente ao processo de transição curricular que as redes de ensino seguem vivenciando. Para isso, trabalharemos com base em referências potentes sobre o planejamento docente com foco na aprendizagem dos estudantes.​

Unidade 3: Planos de aula e desenvolvimento de habilidades​

Os dois módulos que compõem a unidade apresentam alguns dos motivos pelos quais uma das condições essenciais para o êxito do trabalho na recomposição das aprendizagens é a escolha e elaboração de planos de aula. Esses devem ser construídos a partir da definição de objetivos de aprendizagem claros, mensuráveis e que possam convergir para o desenvolvimento das habilidades, cabendo aos objetos de conhecimento selecionados o papel de meios que propiciam esse desenvolvimento. No módulo 1, trataremos dos principais aspectos a serem considerados na elaboração de planos de aula. No módulo 2, abordaremos as habilidades de pensamento.​

Unidade 4: Avaliação como monitoramento das aprendizagens​

Buscaremos, na unidade final, ampliar as perspectivas sobre processos avaliativos. No primeiro módulo da unidade, abordaremos as avaliações diagnósticas em contextos de recomposição das aprendizagens. No segundo, trataremos das avaliações formativas e do monitoramento da aprendizagem dos estudantes ao longo do ano.​

 

Atividade avaliativa do curso

  • Avaliação objetiva: para aprovação no curso, é necessário obter aproveitamento igual ou superior a 70% no questionário avaliativo final.

Conheça as principais características:
Carga Horária:
10 horas

Áreas do Conhecimento:
Transversal/ Projetos interdisciplinares Ciências Humanas Matemática

Modalidade:
Autoformativo (sem mediação)

Competências gerais da BNCC mobilizadas:
Conhecimento Pensamento científico, crítico e criativo Responsabilidade e cidadania

Recomendação Etapa/Série:
Ensino fundamental (anos finais)

Autoria:

Fernando Barnabé e Vitória Rodrigues e Silva


Certificação:

Centro Universitário Ítalo Brasileiro

Defasagem de aprendizagem nos anos finais do Ensino Fundamental: (re)planejar para avançar
Curso Gratuito
Certificado Incluso

Período de realização

05/02 a 01/04

Carga Horária

10h