Participe do sorteio: Transforme a educação e concorra a prêmios!

Participe do sorteio: Transforme a educação e concorra a prêmios! Quanto mais cursos você concluir, mais chances de ganhar.

Certificado De Autorização Secap/Me Nº 01.013577/2021

Três alunas sorriem enquanto se posicionam para que uma delas faça um vídeo com o celular.
Laboratório de criação de vídeos de bolso

Período de realização: 04/03 a 01/04

Laboratório de criação de vídeos de bolso
Indique este curso:

Período de realização: 04/03 a 01/04


*** 100% gratuito | Alinhado à BNCC ***

Vídeos no formato “de bolso” favorecem inúmeras aprendizagens e o desenvolvimento de competências fundamentais, como autoria, comunicação, síntese, colaboração, resolução de problemas e negociação de pontos de vista. Além disso, encorajam a construção e o enriquecimento de narrativas, viabilizando a expressão em múltiplas linguagens, contextualizadas e providas de sentido real.

Nesta formação, exploraremos o potencial pedagógico da produção de vídeos de bolso, alçando nossos estudantes ao papel de autores e comunicadores.

>>> Para recomendar a colegas, clique nos ícones acima.

Como esse curso inova
Inova ao instrumentalizar o professor para usos construtivos e contextualizados de diferentes tecnologias com seus alunos, com ênfase em produções audiovisuais.

Solicitei a meus alunos de sétimos anos um roteiro de vídeo do tipo texto direto sobre o tema fake news. O tempo do vídeo seria de aproximadamente dois minutos. A proposta foi bem recebida pelas turmas, que fizeram os roteiros como algo muito natural pelo fato de a criação de vídeos e o tema fazerem parte do dia a dia deles. E o curso me ajudou a conhecer outros tipos de roteiro e outras opções de atividades para os alunos.

Priscila Pereira Paschoa, SP.

OBJETIVOS

A partir do curso, espera-se que o professor:

  • conheça as características de um vídeo de bolso e o seu potencial na construção de diálogos com a cultura local;
  • compreenda os conceitos de composição do vídeo digital (planejamento, roteiro, cenários, ângulos, planos, som, iluminação, entre outros);
  • tenha subsídios para integrar à prática com os estudantes elementos da linguagem audiovisual, incentivando novos letramentos;
  • tenha condições de desenvolver com seus alunos, por meio das etapas de produção de um vídeo, a autoria, a criatividade e a autonomia.

A partir da aplicação de aprendizagens construídas no curso pelo educador, espera-se que o estudante:

  • compreenda a linguagem audiovisual e suas principais características;
  • consiga produzir vídeos com dispositivos móveis (como celular, tablet e câmera fotográfica);
  • compreenda os conceitos de composição de vídeo (planos, ângulos, movimentos de câmera);
  • desenvolva com eficiência comunicativa as fases que antecedem e sucedem a produção de um vídeo: argumento, roteiro, edição, finalização;
  • seja capaz de se expressar por meio da linguagem audiovisual.

 

UNIDADES

Unidade 1: Linguagem audiovisual na escola

O objetivo da unidade 1 é apresentar os elementos que compõem a linguagem audiovisual, as características do vídeo de bolso e o seu potencial para o letramento e a alfabetização digital.

Unidade 2: Etapas de produção do vídeo - pré-produção

Na unidade 2, são apresentadas as etapas de pré-produção do vídeo de bolso, com ênfase na construção do roteiro.

Unidade 3: Etapas de produção do vídeo - produção e pós-produção

A unidade 3 é dedicada ao estudo e à experimentação das etapas de produção e pós-produção do vídeo de bolso, incluindo gravação, edição e compartilhamento.

 

ALINHAMENTO À BNCC

A partir da proposta de produção de materiais audiovisuais em sala de aula, pode-se estimular a ludicidade, a expressividade e a imaginação por parte dos alunos, além do contato com recursos tecnológicos que apoiam práticas de aprendizagem e desenvolvimento cultural. A alfabetização em diferentes mídias fortalece no estudante a compreensão da relação das múltiplas linguagens da Arte, contribuindo, ainda, com o desenvolvimento da autonomia, da crítica, da autoria e do trabalho colaborativo. Na unidade 2, que tem como foco a criação de roteiros para produções audiovisuais, diversas competências podem ser exploradas, sobretudo vinculadas ao componente curricular de Língua Portuguesa. Ao instigar a produção textual para uma obra de ficção ou um documentário, é possível promover nos alunos o reconhecimento da função do texto como lugar de manifestação de ideologias, valores e arte. O exercício da produção de um roteiro também colabora com o desenvolvimento do modo como os alunos se expressam, fortalecendo as características de autonomia e crítica. Ao utilizarem e aplicarem conhecimentos de gravação, edição e compartilhamento de produções audiovisuais, os alunos têm a oportunidade de explorar diferentes recursos tecnológicos. Frente às dificuldades encontradas na etapa de pós-produção de uma peça audiovisual, os estudantes são também solicitados a avaliarem criticamente suas práticas, a resolverem problemas de forma autônoma e a atuarem, pessoal ou colaborativamente, de forma responsável e ética.

No ensino médio, na área de Linguagens e suas Tecnologias (BRASIL, 2018, p. 490), as aprendizagens do curso conectam-se à competência de compreensão do funcionamento das diferentes linguagens e práticas culturais e de mobilização desses conhecimentos na recepção e produção de discursos nos diferentes campos de atuação social e à competência de utilização de diferentes linguagens para exercer protagonismo e autoria na vida pessoal e coletiva, de forma crítica, criativa, ética e solidária. Incentivam a apreciação estética de produções artísticas e culturais, considerando suas características locais, regionais e globais, assim como a mobilização de conhecimentos sobre linguagens artísticas para significar e (re)construir produções, com respeito à diversidade de saberes, identidades e culturas. Também encorajam a mobilização de práticas de linguagem no universo digital para expandir as formas de produzir sentidos, de engajar-se em práticas autorais e coletivas, e de aprender a aprender nos campos da ciência, cultura, trabalho, informação e vida pessoal e coletiva.

 


 

ATIVIDADE AVALIATIVA

Pré-produção de um audiovisual

Construção de um roteiro para produção audiovisual conforme as orientações fornecidas (observando duração, elementos de imagem e áudio e itens de contextualização).

Conheça as principais características deste curso e encontre cursos semelhantes:
Carga Horária:
20 horas


Modalidade:
Mediado



Caminhos para a Inovação:
Cultura Digital Currículo

Autoria:

Profa. Márcia Gonçalves Nogueira e Profa. Dra. Walquíria Castelo Branco Lins


Certificação:

Universidade Estadual do Rio Grande do Sul

Curso Gratuito
Certificado Incluso
Indique este curso:

Período de realização: 04/03 a 01/04


*** 100% gratuito | Alinhado à BNCC ***

Vídeos no formato “de bolso” favorecem inúmeras aprendizagens e o desenvolvimento de competências fundamentais, como autoria, comunicação, síntese, colaboração, resolução de problemas e negociação de pontos de vista. Além disso, encorajam a construção e o enriquecimento de narrativas, viabilizando a expressão em múltiplas linguagens, contextualizadas e providas de sentido real.

Nesta formação, exploraremos o potencial pedagógico da produção de vídeos de bolso, alçando nossos estudantes ao papel de autores e comunicadores.

>>> Para recomendar a colegas, clique nos ícones acima.

Como esse curso inova
Inova ao instrumentalizar o professor para usos construtivos e contextualizados de diferentes tecnologias com seus alunos, com ênfase em produções audiovisuais.

Solicitei a meus alunos de sétimos anos um roteiro de vídeo do tipo texto direto sobre o tema fake news. O tempo do vídeo seria de aproximadamente dois minutos. A proposta foi bem recebida pelas turmas, que fizeram os roteiros como algo muito natural pelo fato de a criação de vídeos e o tema fazerem parte do dia a dia deles. E o curso me ajudou a conhecer outros tipos de roteiro e outras opções de atividades para os alunos.

Priscila Pereira Paschoa, SP.

OBJETIVOS

A partir do curso, espera-se que o professor:

  • conheça as características de um vídeo de bolso e o seu potencial na construção de diálogos com a cultura local;
  • compreenda os conceitos de composição do vídeo digital (planejamento, roteiro, cenários, ângulos, planos, som, iluminação, entre outros);
  • tenha subsídios para integrar à prática com os estudantes elementos da linguagem audiovisual, incentivando novos letramentos;
  • tenha condições de desenvolver com seus alunos, por meio das etapas de produção de um vídeo, a autoria, a criatividade e a autonomia.

A partir da aplicação de aprendizagens construídas no curso pelo educador, espera-se que o estudante:

  • compreenda a linguagem audiovisual e suas principais características;
  • consiga produzir vídeos com dispositivos móveis (como celular, tablet e câmera fotográfica);
  • compreenda os conceitos de composição de vídeo (planos, ângulos, movimentos de câmera);
  • desenvolva com eficiência comunicativa as fases que antecedem e sucedem a produção de um vídeo: argumento, roteiro, edição, finalização;
  • seja capaz de se expressar por meio da linguagem audiovisual.

 

UNIDADES

Unidade 1: Linguagem audiovisual na escola

O objetivo da unidade 1 é apresentar os elementos que compõem a linguagem audiovisual, as características do vídeo de bolso e o seu potencial para o letramento e a alfabetização digital.

Unidade 2: Etapas de produção do vídeo - pré-produção

Na unidade 2, são apresentadas as etapas de pré-produção do vídeo de bolso, com ênfase na construção do roteiro.

Unidade 3: Etapas de produção do vídeo - produção e pós-produção

A unidade 3 é dedicada ao estudo e à experimentação das etapas de produção e pós-produção do vídeo de bolso, incluindo gravação, edição e compartilhamento.

 

ALINHAMENTO À BNCC

A partir da proposta de produção de materiais audiovisuais em sala de aula, pode-se estimular a ludicidade, a expressividade e a imaginação por parte dos alunos, além do contato com recursos tecnológicos que apoiam práticas de aprendizagem e desenvolvimento cultural. A alfabetização em diferentes mídias fortalece no estudante a compreensão da relação das múltiplas linguagens da Arte, contribuindo, ainda, com o desenvolvimento da autonomia, da crítica, da autoria e do trabalho colaborativo. Na unidade 2, que tem como foco a criação de roteiros para produções audiovisuais, diversas competências podem ser exploradas, sobretudo vinculadas ao componente curricular de Língua Portuguesa. Ao instigar a produção textual para uma obra de ficção ou um documentário, é possível promover nos alunos o reconhecimento da função do texto como lugar de manifestação de ideologias, valores e arte. O exercício da produção de um roteiro também colabora com o desenvolvimento do modo como os alunos se expressam, fortalecendo as características de autonomia e crítica. Ao utilizarem e aplicarem conhecimentos de gravação, edição e compartilhamento de produções audiovisuais, os alunos têm a oportunidade de explorar diferentes recursos tecnológicos. Frente às dificuldades encontradas na etapa de pós-produção de uma peça audiovisual, os estudantes são também solicitados a avaliarem criticamente suas práticas, a resolverem problemas de forma autônoma e a atuarem, pessoal ou colaborativamente, de forma responsável e ética.

No ensino médio, na área de Linguagens e suas Tecnologias (BRASIL, 2018, p. 490), as aprendizagens do curso conectam-se à competência de compreensão do funcionamento das diferentes linguagens e práticas culturais e de mobilização desses conhecimentos na recepção e produção de discursos nos diferentes campos de atuação social e à competência de utilização de diferentes linguagens para exercer protagonismo e autoria na vida pessoal e coletiva, de forma crítica, criativa, ética e solidária. Incentivam a apreciação estética de produções artísticas e culturais, considerando suas características locais, regionais e globais, assim como a mobilização de conhecimentos sobre linguagens artísticas para significar e (re)construir produções, com respeito à diversidade de saberes, identidades e culturas. Também encorajam a mobilização de práticas de linguagem no universo digital para expandir as formas de produzir sentidos, de engajar-se em práticas autorais e coletivas, e de aprender a aprender nos campos da ciência, cultura, trabalho, informação e vida pessoal e coletiva.

 


 

ATIVIDADE AVALIATIVA

Pré-produção de um audiovisual

Construção de um roteiro para produção audiovisual conforme as orientações fornecidas (observando duração, elementos de imagem e áudio e itens de contextualização).

Conheça as principais características deste curso e encontre cursos semelhantes:
Carga Horária:
20 horas


Modalidade:
Mediado



Caminhos para a Inovação:
Cultura Digital Currículo

Autoria:

Profa. Márcia Gonçalves Nogueira e Profa. Dra. Walquíria Castelo Branco Lins


Certificação:

Universidade Estadual do Rio Grande do Sul

Laboratório de criação de vídeos de bolso
Curso Gratuito
Certificado Incluso

Período de realização

04/03 a 01/04

Carga Horária

20h