Duas alunas estão sentadas manuseando um cata-vento de plástico, posicionado sobre uma classe. Ao lado delas aparece o perfil do professor, de costas para a câmera.
Metodologias ativas: aprendizes protagonistas

Período de realização: 10/06 a 05/08

Metodologias ativas: aprendizes protagonistas
Duas alunas estão sentadas manuseando um cata-vento de plástico, posicionado sobre uma classe. Ao lado delas aparece o perfil do professor, de costas para a câmera.
Indique este curso:

Período de realização: 10/06 a 05/08


*** 100% gratuito | Alinhado à BNCC ***

O século XXI já não comporta indivíduos com postura passiva, puros receptores de informações. O aprendizado ativo, que alça o estudante ao papel de protagonista e o encoraja a fazer escolhas, tornou-se uma necessidade real das escolas no mundo todo.

Nesta formação, apresentaremos o conceito de metodologias ativas e algumas das estratégias que compõem tal conjunto de caminhos metodológicos. Conheceremos recursos pedagógicos que podem potencializar seu trabalho, assim como a autoria e a autonomia dos estudantes.

Discutiremos maneiras de colocar a BNCC em prática, considerando, especialmente, competências digitais que integram o escopo formativo da educação básica brasileira e sua relação com o desenvolvimento de habilidades cognitivas e socioemocionais.

>>> Para recomendar a colegas, clique nos ícones acima.

De 08/07/2024 até 04/08/2024

De 05/08/2024 até 01/09/2024

O curso é de extrema importância para os educadores, que não podem deixar de ver o quanto o perfil dos estudantes atuais está ligado à era tecnológica. São jovens que nasceram no contexto digital e, portanto, trazem em si uma característica marcante voltada para ações protagonistas. Compreender que as metodologias ativas são um meio de atingir os objetivos educacionais é fundamental. Nesse sentido, os módulos estudados promovem uma reflexão acerca da ação docente e trazem estratégias inovadoras para o planejamento das aulas.

Alessandra Cristiane Fernandes, SP

Objetivos

A partir do curso, espera-se que o educador:

  • compreenda o que são metodologias ativas e qual é o seu papel na educação básica;
  • identifique como as metodologias ativas podem apoiar o desenvolvimento das competências e habilidades previstas pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC);
  • conheça caminhos para conectar o uso de metodologias ativas às tecnologias digitais, particularmente a partir da matriz proposta pelo CIEB (Centro de Inovação para a Educação Brasileira);
  • construa um repertório de práticas de aprendizagem ativa e de letramento digital;
  • sinta-se estimulado(a) a aplicar os conteúdos discutidos no curso em sua sala de aula, promovendo a aprendizagem ativa e desenvolvendo o letramento digital entre seus estudantes.

A partir da aplicação de aprendizagens construídas no curso pelo educador, espera-se que o estudante:

  • desenvolva capacidade de utilizar tecnologias digitais de maneira autônoma, crítica, responsável e ética;
  • invista na sua competência criativa e autoral, desenvolvendo produções de qualidade; 
  • exercite sua capacidade de seguir aperfeiçoando aprendizagens, de maneira protagonista e empática;
  • mostre-se capaz de seguir aprendendo por meio da indagação, da curiosidade, da experimentação e produção de recursos;
  • tenha autonomia para criar, abrindo oportunidade para si e para todos(as) à sua volta.

 

Unidades

Unidade 1: Introdução aos conceitos

A primeira unidade da formação apresenta a discussão sobre ensino híbrido e metodologias ativas. Aborda a inovação na educação e a forma como esses temas se relacionam com a BNCC. Por fim, introduz o conceito de aprendizagem visível, fundamental ao processo de centralidade no aprendiz.

Unidade 2: Estratégias para a promoção da aprendizagem ativa

A segunda unidade da formação descreve estratégias e caminhos, já conhecidos e experimentados, para desenvolver metodologias ativas na educação básica, incluindo Aprendizagem Baseada em Problemas, Aprendizagem Baseada em Projetos, Aprendizagem serviço-solidária, Educomunicação, Estudo de caso, Webquest, abordagem STEAM e Educação Maker. A unidade amplia o repertório do(a) professor(a) ao mesmo tempo em que o(a) inspira a adaptar as práticas analisadas para a sua sala de aula.

 

Alinhamento à BNCC

Já nas competências gerais da BNCC, a cultura digital é tematizada, em consonância com os direitos de aprendizagem e desenvolvimento de alunos e alunas, articulando-se na elaboração de conhecimentos, habilidades, atitudes e valores, conforme prevê a LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional).

A BNCC defende a escola como espaço formador e orientador para a cidadania consciente, crítica e participativa (BRASIL, 2018, p. 62). As atividades podem ser realizadas mediadas por diferentes linguagens: verbal, corporal, visual, sonora e, contemporaneamente, digital. Por meio dessas práticas, os estudantes podem interagir consigo e com seus pares, construindo-se, assim, como sujeitos sociais.

É fundamental que o(a) docente se autoavalie continuamente e busque transformar sua prática pedagógica em atual, ética, cooperativa e conectada, desenvolvendo fluência em novos letramentos. Deve lembrar-se sempre, também, de exercer e encorajar entre seus alunos o uso ético, competente e responsável das ferramentas digitais e tecnológicas, acreditando no protagonismo, na autonomia e na capacidade autoral dos estudantes.

 

Atividade avaliativa do curso

  • Avaliação objetiva: para aprovação no curso, é necessário obter aproveitamento igual ou superior a 70% no questionário avaliativo final.

Conheça as principais características:
Carga Horária:
20 horas

Áreas do Conhecimento:
Linguagens Ciências da Natureza Ciências Humanas Matemática Transversal/ Projetos interdisciplinares

Modalidade:
Autoformativo (sem mediação)

Competências gerais da BNCC mobilizadas:
Conhecimento Pensamento científico, crítico e criativo Empatia e cooperação Cultura Digital

Recomendação Etapa/Série:
Ensino fundamental (anos finais) Ensino fundamental (anos iniciais) Ensino médio

Autoria:

Marcelo Ganzela Martins de Castro e Márcia Moreira Pereira


Certificação:

Centro Universitário Braz Cubas

Curso Gratuito
Certificado Incluso
Indique este curso:

Período de realização: 10/06 a 05/08


*** 100% gratuito | Alinhado à BNCC ***

O século XXI já não comporta indivíduos com postura passiva, puros receptores de informações. O aprendizado ativo, que alça o estudante ao papel de protagonista e o encoraja a fazer escolhas, tornou-se uma necessidade real das escolas no mundo todo.

Nesta formação, apresentaremos o conceito de metodologias ativas e algumas das estratégias que compõem tal conjunto de caminhos metodológicos. Conheceremos recursos pedagógicos que podem potencializar seu trabalho, assim como a autoria e a autonomia dos estudantes.

Discutiremos maneiras de colocar a BNCC em prática, considerando, especialmente, competências digitais que integram o escopo formativo da educação básica brasileira e sua relação com o desenvolvimento de habilidades cognitivas e socioemocionais.

>>> Para recomendar a colegas, clique nos ícones acima.

De 08/07/2024 até 04/08/2024

De 05/08/2024 até 01/09/2024

O curso é de extrema importância para os educadores, que não podem deixar de ver o quanto o perfil dos estudantes atuais está ligado à era tecnológica. São jovens que nasceram no contexto digital e, portanto, trazem em si uma característica marcante voltada para ações protagonistas. Compreender que as metodologias ativas são um meio de atingir os objetivos educacionais é fundamental. Nesse sentido, os módulos estudados promovem uma reflexão acerca da ação docente e trazem estratégias inovadoras para o planejamento das aulas.

Alessandra Cristiane Fernandes, SP

Objetivos

A partir do curso, espera-se que o educador:

  • compreenda o que são metodologias ativas e qual é o seu papel na educação básica;
  • identifique como as metodologias ativas podem apoiar o desenvolvimento das competências e habilidades previstas pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC);
  • conheça caminhos para conectar o uso de metodologias ativas às tecnologias digitais, particularmente a partir da matriz proposta pelo CIEB (Centro de Inovação para a Educação Brasileira);
  • construa um repertório de práticas de aprendizagem ativa e de letramento digital;
  • sinta-se estimulado(a) a aplicar os conteúdos discutidos no curso em sua sala de aula, promovendo a aprendizagem ativa e desenvolvendo o letramento digital entre seus estudantes.

A partir da aplicação de aprendizagens construídas no curso pelo educador, espera-se que o estudante:

  • desenvolva capacidade de utilizar tecnologias digitais de maneira autônoma, crítica, responsável e ética;
  • invista na sua competência criativa e autoral, desenvolvendo produções de qualidade; 
  • exercite sua capacidade de seguir aperfeiçoando aprendizagens, de maneira protagonista e empática;
  • mostre-se capaz de seguir aprendendo por meio da indagação, da curiosidade, da experimentação e produção de recursos;
  • tenha autonomia para criar, abrindo oportunidade para si e para todos(as) à sua volta.

 

Unidades

Unidade 1: Introdução aos conceitos

A primeira unidade da formação apresenta a discussão sobre ensino híbrido e metodologias ativas. Aborda a inovação na educação e a forma como esses temas se relacionam com a BNCC. Por fim, introduz o conceito de aprendizagem visível, fundamental ao processo de centralidade no aprendiz.

Unidade 2: Estratégias para a promoção da aprendizagem ativa

A segunda unidade da formação descreve estratégias e caminhos, já conhecidos e experimentados, para desenvolver metodologias ativas na educação básica, incluindo Aprendizagem Baseada em Problemas, Aprendizagem Baseada em Projetos, Aprendizagem serviço-solidária, Educomunicação, Estudo de caso, Webquest, abordagem STEAM e Educação Maker. A unidade amplia o repertório do(a) professor(a) ao mesmo tempo em que o(a) inspira a adaptar as práticas analisadas para a sua sala de aula.

 

Alinhamento à BNCC

Já nas competências gerais da BNCC, a cultura digital é tematizada, em consonância com os direitos de aprendizagem e desenvolvimento de alunos e alunas, articulando-se na elaboração de conhecimentos, habilidades, atitudes e valores, conforme prevê a LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional).

A BNCC defende a escola como espaço formador e orientador para a cidadania consciente, crítica e participativa (BRASIL, 2018, p. 62). As atividades podem ser realizadas mediadas por diferentes linguagens: verbal, corporal, visual, sonora e, contemporaneamente, digital. Por meio dessas práticas, os estudantes podem interagir consigo e com seus pares, construindo-se, assim, como sujeitos sociais.

É fundamental que o(a) docente se autoavalie continuamente e busque transformar sua prática pedagógica em atual, ética, cooperativa e conectada, desenvolvendo fluência em novos letramentos. Deve lembrar-se sempre, também, de exercer e encorajar entre seus alunos o uso ético, competente e responsável das ferramentas digitais e tecnológicas, acreditando no protagonismo, na autonomia e na capacidade autoral dos estudantes.

 

Atividade avaliativa do curso

  • Avaliação objetiva: para aprovação no curso, é necessário obter aproveitamento igual ou superior a 70% no questionário avaliativo final.

Conheça as principais características:
Carga Horária:
20 horas

Áreas do Conhecimento:
Linguagens Ciências da Natureza Ciências Humanas Matemática Transversal/ Projetos interdisciplinares

Modalidade:
Autoformativo (sem mediação)

Competências gerais da BNCC mobilizadas:
Conhecimento Pensamento científico, crítico e criativo Empatia e cooperação Cultura Digital

Recomendação Etapa/Série:
Ensino fundamental (anos finais) Ensino fundamental (anos iniciais) Ensino médio

Autoria:

Marcelo Ganzela Martins de Castro e Márcia Moreira Pereira


Certificação:

Centro Universitário Braz Cubas

Metodologias ativas: aprendizes protagonistas
Curso Gratuito
Certificado Incluso

Período de realização

10/06 a 05/08

Carga Horária

20h