Participe do sorteio: Transforme a educação e concorra a prêmios!

Participe do sorteio: Transforme a educação e concorra a prêmios! Quanto mais cursos você concluir, mais chances de ganhar.

Certificado De Autorização Secap/Me Nº 01.013577/2021

Imagem horizontal com visão lateral de um professor de pé e duas alunas sentadas olhando a tela do notebook.
Mudanças de tempos e espaços para a inovação pedagógica

Período de realização: 27/09 a 25/10

Mudanças de tempos e espaços para a inovação pedagógica
Indique este curso:

Período de realização: 27/09 a 25/10


*** 100% gratuito | Alinhado à BNCC ***

Entre tantos impactos produzidos pela pandemia sobre a educação, a necessidade de repensar os tempos e espaços escolares talvez seja o maior. A estrutura apresentada pela escola vinha de séculos. Carteiras enfileiradas, uma lousa, um professor à frente que explana, a sala de aula como reduto e horários fragmentados a partir do ensino por áreas sempre foram características muito presentes na vida dos estudantes.

Contudo, as soluções encontradas no período de distanciamento para expandir as oportunidades de aprendizagem podem permanecer e ser enriquecidas. São bem-vindas porque dialogam com demandas da atual geração de aprendizes. Afinal, com que frequência nos perguntamos como o modelo consolidado de escola se estabeleceu? Será que de fato beneficia o desenvolvimento dos alunos? Favorece o crescimento intelectual? E como podemos mudar a realidade escolar no momento pós-pandêmico começando pela nossa sala de aula?


Neste curso, conheceremos experiências, recursos e estratégias que permitam romper o paradigma da escola tradicional para encorajar a paixão por aprender, o exercício da curiosidade e a adoção de princípios e procedimentos científicos, como a investigação, a análise crítica, a imaginação e a criatividade.

>>> Para recomendar a colegas, clique nos ícones acima.

Ative a notificação de inscrições para a próxima edição do curso no botão "Avise-me".

Como esse curso inova
Inova ao trazer práticas e inspirações para subsidiar transformações metodológicas com base no redesenho dos tempos e espaços escolares, privilegiando o desenvolvimento integral dos estudantes.
25 de outubro a 22 de novembro

Com as reflexões provocadas com o curso, pude intensificar a prática de atividades fora da sala de aula, oportunizando aos alunos e a mim explorar outros espaços. Desenvolvi algumas atividades num cantinho do pátio, saí para desenvolver ações de um projeto no lar de idosos, na pracinha próxima da escola, e fizemos grupos de estudo em cantinhos diferentes da escola para que não atrapalhasse o andamento do trabalho escolar, pois a escola em que leciono tem pouco espaço. Mas vale a pena tentar superar os desafios encontrados, pois os alunos gostaram de aprender em outros espaços.

Ivanilde de Almeida Santos Rosa, ES.

OBJETIVOS

A partir do curso, espera-se que o professor:

  • disponha de meios para implementar mudanças em sua sala de aula ou escola vinculadas à ampliação e ao enriquecimento de tempos e espaços;
  • realize ações de transformação pedagógica com vistas a estabelecer uma nova relação entre os aprendizes e a construção do conhecimento;
  • tenha subsídios para integrar à sua prática elementos de inovação provenientes das experiências e inspirações compartilhadas.

A partir da aplicação de aprendizagens construídas no curso pelo educador, espera-se que o estudante:

  • desenvolva, com apoio do professor, projetos autorais e colaborativos de relevância pessoal e social;
  • demonstre cooperação com colegas e professores dentro e fora de sala de aula;
  • aja com autonomia e respeito em situações de aprendizagem abertas, com regras construídas coletivamente;
  • seja capaz de equacionar e resolver problemas provenientes de situações investigativas das quais participa.

 

UNIDADES

Unidade 1: Por que romper fronteiras?

A unidade 1 apresenta ideias e inspirações para que mudanças sejam empreendidas nas escolas com intencionalidade, movidas pelo desejo coletivo de ajudar os alunos a aprenderem mais e a se desenvolverem integralmente.

Unidade 2: Casos que inspiram

Na unidade 2, são apresentadas as estratégias pedagógicas adotadas por escolas que tiveram coragem de se reinventar para apoiar o desenvolvimento cognitivo e afetivo de seus estudantes. Todas têm em comum a construção colaborativa de projetos para fazer frente aos desafios que as comunidades enfrentam, refletir sobre as questões dos alunos desse século e colocar em xeque métodos de ensino que historicamente produzem analfabetos funcionais.

Unidade 3: Reestruturando tempos e espaços

A unidade compartilha exemplos de projetos de multisseriação inspiradores, que podem ser multiplicados e adaptados a contextos diversos com vistas a propor uma reaprendizagem dos jeitos de aprender e ensinar com base na autonomia e na cooperação.

 

ALINHAMENTO À BNCC

Compreender como processos de transformação pedagógica podem ser introduzidos na escola e como essas mudanças podem impactar o desenvolvimento e a aprendizagem dos nossos estudantes nos auxilia a mobilizar diferentes competências gerais previstas pela BNCC (BRASIL, 2018) para a educação básica. Os conteúdos da formação buscam apoiar o professor na solução de uma dicotomia: honrar os compromissos de preservar o patrimônio cultural e científico constituído, os saberes produzidos pelas gerações anteriores, e de incentivar a criação e a invenção por parte dos estudantes. Ao se ver apoiado, a partir de construtos que apontam a viabilidade da integração desses objetivos, o professor pode auxiliar os alunos na valorização e aplicação dos conhecimentos historicamente construídos e no encorajamento ao pensamento analítico e inventivo. Esse tipo de abordagem possibilita entender e explicar a realidade, continuar aprendendo e colaborar com construções pessoal e socialmente enriquecedoras. Vinculam-se ao pensamento inventivo também o exercício da curiosidade intelectual e a adoção de estratégias e procedimentos científicos, como a investigação, a reflexão, a análise crítica, a imaginação e a criatividade. Empoderar o aluno como um investigador e autor – alguém capaz de percorrer os passos que levam à construção da ciência – incita a utilização efetiva de diferentes linguagens, voltadas à expressão e ao compartilhamento de experiências, sentimentos, descobertas. Contribui ainda com o desenvolvimento da capacidade argumentativa, sustentada em fatos, dados e informações confiáveis para formular, negociar e defender ideias e pontos de vista. Por fim, as socializações oportunizadas alinham-se à prática da empatia, do diálogo, da resolução de conflitos e da cooperação.

 


 

ATIVIDADE AVALIATIVA

Da proposição à ação

Opção 1: planejamento de uma ação de mudança nos tempos ou espaços da escola partindo do cenário da sala de aula: realização de uma síntese da proposta, salientando as inovações recomendadas e seus possíveis impactos, e elaboração de um plano de comunicação da ação.

Opção 2: reflexão sobre as transformações desenvolvidas pelas escolas apresentadas na seção “Casos que inspiram” com base em respostas às questões norteadoras.

Conheça as principais características deste curso e encontre cursos semelhantes:
Carga Horária:
20 horas


Modalidade:
Mediado



Caminhos para a Inovação:
Tempo e Espaço Práticas

Autoria:

Profa. Dra. Silvia de Oliveira Kist e Profa. Dra. Patrícia Behling Schäfer


Certificação:

Universidade Estadual do Rio Grande do Sul

Curso Gratuito
Certificado Incluso
Indique este curso:

Período de realização: 27/09 a 25/10


*** 100% gratuito | Alinhado à BNCC ***

Entre tantos impactos produzidos pela pandemia sobre a educação, a necessidade de repensar os tempos e espaços escolares talvez seja o maior. A estrutura apresentada pela escola vinha de séculos. Carteiras enfileiradas, uma lousa, um professor à frente que explana, a sala de aula como reduto e horários fragmentados a partir do ensino por áreas sempre foram características muito presentes na vida dos estudantes.

Contudo, as soluções encontradas no período de distanciamento para expandir as oportunidades de aprendizagem podem permanecer e ser enriquecidas. São bem-vindas porque dialogam com demandas da atual geração de aprendizes. Afinal, com que frequência nos perguntamos como o modelo consolidado de escola se estabeleceu? Será que de fato beneficia o desenvolvimento dos alunos? Favorece o crescimento intelectual? E como podemos mudar a realidade escolar no momento pós-pandêmico começando pela nossa sala de aula?


Neste curso, conheceremos experiências, recursos e estratégias que permitam romper o paradigma da escola tradicional para encorajar a paixão por aprender, o exercício da curiosidade e a adoção de princípios e procedimentos científicos, como a investigação, a análise crítica, a imaginação e a criatividade.

>>> Para recomendar a colegas, clique nos ícones acima.

Ative a notificação de inscrições para a próxima edição do curso no botão "Avise-me".

Como esse curso inova
Inova ao trazer práticas e inspirações para subsidiar transformações metodológicas com base no redesenho dos tempos e espaços escolares, privilegiando o desenvolvimento integral dos estudantes.
25 de outubro a 22 de novembro

Com as reflexões provocadas com o curso, pude intensificar a prática de atividades fora da sala de aula, oportunizando aos alunos e a mim explorar outros espaços. Desenvolvi algumas atividades num cantinho do pátio, saí para desenvolver ações de um projeto no lar de idosos, na pracinha próxima da escola, e fizemos grupos de estudo em cantinhos diferentes da escola para que não atrapalhasse o andamento do trabalho escolar, pois a escola em que leciono tem pouco espaço. Mas vale a pena tentar superar os desafios encontrados, pois os alunos gostaram de aprender em outros espaços.

Ivanilde de Almeida Santos Rosa, ES.

OBJETIVOS

A partir do curso, espera-se que o professor:

  • disponha de meios para implementar mudanças em sua sala de aula ou escola vinculadas à ampliação e ao enriquecimento de tempos e espaços;
  • realize ações de transformação pedagógica com vistas a estabelecer uma nova relação entre os aprendizes e a construção do conhecimento;
  • tenha subsídios para integrar à sua prática elementos de inovação provenientes das experiências e inspirações compartilhadas.

A partir da aplicação de aprendizagens construídas no curso pelo educador, espera-se que o estudante:

  • desenvolva, com apoio do professor, projetos autorais e colaborativos de relevância pessoal e social;
  • demonstre cooperação com colegas e professores dentro e fora de sala de aula;
  • aja com autonomia e respeito em situações de aprendizagem abertas, com regras construídas coletivamente;
  • seja capaz de equacionar e resolver problemas provenientes de situações investigativas das quais participa.

 

UNIDADES

Unidade 1: Por que romper fronteiras?

A unidade 1 apresenta ideias e inspirações para que mudanças sejam empreendidas nas escolas com intencionalidade, movidas pelo desejo coletivo de ajudar os alunos a aprenderem mais e a se desenvolverem integralmente.

Unidade 2: Casos que inspiram

Na unidade 2, são apresentadas as estratégias pedagógicas adotadas por escolas que tiveram coragem de se reinventar para apoiar o desenvolvimento cognitivo e afetivo de seus estudantes. Todas têm em comum a construção colaborativa de projetos para fazer frente aos desafios que as comunidades enfrentam, refletir sobre as questões dos alunos desse século e colocar em xeque métodos de ensino que historicamente produzem analfabetos funcionais.

Unidade 3: Reestruturando tempos e espaços

A unidade compartilha exemplos de projetos de multisseriação inspiradores, que podem ser multiplicados e adaptados a contextos diversos com vistas a propor uma reaprendizagem dos jeitos de aprender e ensinar com base na autonomia e na cooperação.

 

ALINHAMENTO À BNCC

Compreender como processos de transformação pedagógica podem ser introduzidos na escola e como essas mudanças podem impactar o desenvolvimento e a aprendizagem dos nossos estudantes nos auxilia a mobilizar diferentes competências gerais previstas pela BNCC (BRASIL, 2018) para a educação básica. Os conteúdos da formação buscam apoiar o professor na solução de uma dicotomia: honrar os compromissos de preservar o patrimônio cultural e científico constituído, os saberes produzidos pelas gerações anteriores, e de incentivar a criação e a invenção por parte dos estudantes. Ao se ver apoiado, a partir de construtos que apontam a viabilidade da integração desses objetivos, o professor pode auxiliar os alunos na valorização e aplicação dos conhecimentos historicamente construídos e no encorajamento ao pensamento analítico e inventivo. Esse tipo de abordagem possibilita entender e explicar a realidade, continuar aprendendo e colaborar com construções pessoal e socialmente enriquecedoras. Vinculam-se ao pensamento inventivo também o exercício da curiosidade intelectual e a adoção de estratégias e procedimentos científicos, como a investigação, a reflexão, a análise crítica, a imaginação e a criatividade. Empoderar o aluno como um investigador e autor – alguém capaz de percorrer os passos que levam à construção da ciência – incita a utilização efetiva de diferentes linguagens, voltadas à expressão e ao compartilhamento de experiências, sentimentos, descobertas. Contribui ainda com o desenvolvimento da capacidade argumentativa, sustentada em fatos, dados e informações confiáveis para formular, negociar e defender ideias e pontos de vista. Por fim, as socializações oportunizadas alinham-se à prática da empatia, do diálogo, da resolução de conflitos e da cooperação.

 


 

ATIVIDADE AVALIATIVA

Da proposição à ação

Opção 1: planejamento de uma ação de mudança nos tempos ou espaços da escola partindo do cenário da sala de aula: realização de uma síntese da proposta, salientando as inovações recomendadas e seus possíveis impactos, e elaboração de um plano de comunicação da ação.

Opção 2: reflexão sobre as transformações desenvolvidas pelas escolas apresentadas na seção “Casos que inspiram” com base em respostas às questões norteadoras.

Conheça as principais características deste curso e encontre cursos semelhantes:
Carga Horária:
20 horas


Modalidade:
Mediado



Caminhos para a Inovação:
Tempo e Espaço Práticas

Autoria:

Profa. Dra. Silvia de Oliveira Kist e Profa. Dra. Patrícia Behling Schäfer


Certificação:

Universidade Estadual do Rio Grande do Sul

Mudanças de tempos e espaços para a inovação pedagógica
Curso Gratuito
Certificado Incluso

Período de realização

27/09 a 25/10

Carga Horária

20h