Introdução à inteligência artificial: usos simples e criativos para transformar a aprendizagem | IA como mentora assistente

+
17/10/2023

Bem-vindo(a) ao espaço de trocas do nosso curso, professora e professor!

Esta não é uma atividade obrigatória para a certificação. Nossa proposta é trocar ideias e construir em conjunto enquanto nos divertimos!

Deixamos o convite para que você elabore um construtor de cenário e depois o teste! Compartilhe seu prompt e os resultados aqui.

Esteja à vontade também para comentar as publicações dos colegas.

Para responder, utilize a caixa de comentários ao fim da página. Digite sua mensagem e clique em ENVIAR.

Um abraço

Equipe Pedagógica Escolas Conectadas

ESSE CONTEÚDO FOI INSPIRADOR?

Comentários - 48


Elis Regina Polidoro Marangoni
26/10/23 20:05
muito criativo.
Rosana da Silva Marques
27/10/23 18:37
minha frase foi: faça um plano de contenção de erosão.
o plano foi detalhado como segue as normas.

Fátima Pereira
28/10/23 07:33
Já desenvolvi várias atividades com a ajuda de IA, e além das atividades serem lúdicas e interessantes.  Dei esse comando "Crie um texto teatral para crianças do sexto ano em que as classes gramaticais sejam personagens e com isso possa fazer com que as crianças compreendam o conteúdo de forma lúdica." A IA criou um texto, com as personagens, depois eu revisei e fiz os ajustes necessários e agora colocarei em prática.
Natanael Muniz de Aguiar
02/11/23 18:53
Um facilitador incrível. Contudo, se o professor não ler o conteúdo, que já foi facilitado pela IA, pode cair na solidão da mesmice. 
Isaudi da Silva Santos
07/11/23 22:13
Muito bom.
Hellen Cristine Lima Lopes
08/11/23 23:42
Nossa foi ótimo aprender sobre outras IA!
Silvana Dias Sampaio
09/11/23 11:54
Excelente curso e as sugestões dadas!!
Maria Antonia de Arruda Nassarden
09/11/23 21:56
Me ajudou bastante, atualizar sobre IA para colocar em prática!
Rosa do Carmo Costa dos Santos
09/11/23 22:02
Sim, gostei muito do conteúdo estudado, pois me proporcionou novas aprendizagens.
Jania Maria do Nascimento
10/11/23 10:10
Acabei de chegar aqui e estou muito ansiosa... Na expectativa de que a IA irá ajudar a nós e aos nossos alunos, neste complexo processo de ensinar e aprender.
Edimar Thome de Andrade
10/11/23 10:26
 Ia veio pra compartilhar conhecimento, é uma ferramenta fundamental na elaboração de atividades, bem como auxiliar na criação de idéias, que venham a somar conhecimento.
Mariana Balthazar
11/11/23 16:58
Estou amando o conteúdo

Casturina Elisa Marques Aquino
12/11/23 23:04
Estou muito empolgada com novas expectativas de fazer um trabalho maravilhoso.
Aline Danieli
13/11/23 09:49
Você é um professor de inglês que encoraja os alunos do ensino médio e fundamental a aprenderem mais vocabulário sobre um assunto que gostam. Comece perguntando o que eles tem interesse. Depois, faça uma pergunta onde eles têm que dizer o que já conhecem sobre o assunto. Então, ofereça uma lista com 10 palavras relacionadas ao tópico escolhido. Por fim, peça para eles escolherem uma palavra da lista e fazerem uma frase e corrija o inglês deles se necessário. Lembre-se que os alunos estão procurando por vocabulário em inglês. Espere pela resposta do aluno antes de fazer a sua próxima pergunta.



Cristina de Campos Dantas
13/11/23 10:43
Eu sempre usei AI, para criação de aulas ... Uso bastante as três AI
Chatgpt, Bard e a Bing
Uso normalmente com esses comandos:
Aja como um educador, e crie 5 planos de aulas contendo as seguintes tópicos: títulos, substitutos e atividades dentro da BNCC, para turmas do 3°Ano, língua portuguesa.
Gleidson Alves de Farias
14/11/23 20:28
Olá, minha experiência com IA generativa é inicial, contudo, já consegui montar uma roteiro de peça teatral para alunos de nossa escola com direito a, personagens, figurino, ideia de cenário, roteiro, ideia de sonoplastia, e oenrendo que foi dentro do que pensavamos inclusive com a quantidade de personagens.
Paula Andreia da Silva Oliveira
14/11/23 21:25
Conhecer mais sobre IA está sendo muito significativo, pois ao compreender como se dá os comandos para chegarmos a determinados assuntos, nos possibilita a criação de diversos  projetos, atividades a serem desenvolvidas com os alunos.
Rosimeire Martins Régis dos Santos
16/11/23 17:23
Compartilho com vocês a experiência produzida no Bing. Vamos criar um cenário para a disciplina de língua portuguesa para alunos do ensino fundamental que desejam aprender mais sobre variação linguística. Primeiramente, pergunte aos alunos sobre o que eles têm interesse. Em seguida, faça uma pergunta para que eles possam compartilhar o que já sabem sobre o assunto. Ofereça 3 exemplos relacionados ao tópico escolhido. Por fim, peça para eles escolherem uma atividade de história em quadrinhos que contemple variações linguísticas, dialetos e regionalismos, bem como a valorização da diversidade linguística. Para ajudar, aqui estão alguns exemplos de atividades de história em quadrinhos que você pode usar:
  1. Turma da Mônica: A Turma da Mônica é uma série de histórias em quadrinhos brasileira criada por Mauricio de Sousa. As histórias apresentam personagens que falam em diferentes dialetos e sotaques regionais do Brasil. Os alunos podem ler as histórias e identificar as diferenças linguísticas entre os personagens.
  2. Asterix e Obelix: Asterix e Obelix é uma série de histórias em quadrinhos francesa criada por René Goscinny e Albert Uderzo. As histórias apresentam personagens que falam em diferentes dialetos e sotaques regionais da França. Os alunos podem ler as histórias e identificar as diferenças linguísticas entre os personagens.
  3. Tintin: Tintin é uma série de histórias em quadrinhos belga criada por Hergé. As histórias apresentam personagens que falam em diferentes dialetos e sotaques regionais da Bélgica. Os alunos podem ler as histórias e identificar as diferenças linguísticas entre os personagens.






Response stoppedNew topicNew topic
Elisangela Cristina dos Santos Estarneck
18/11/23 01:10
Já havia usado a IA ChatGPT e Bing em várias situações, mas aprender aqui as possibilidades de utilização para melhorar as minhas experiências em sala de aula está sendo muito agregador, significativo e satisfatório. Conheci o Bard aqui e também amei! É incrível a possibilidade de utilização da IA como ferramenta para o planejamento de aulas é ótimo e possibilitador. Amei!
Rosiane de Oliveira Silva
18/11/23 19:11
As possibilidades são inumeráveis. Esse curso está sendo um divisor de águas no meu magistério. Certamente, a IA é um ganho inestimável para alunos e professores.
Maria Rodrigues de Paiva
18/11/23 19:51
como ainda não estou dentro de sala, estou me qualificando para quando precisar, que com certeza irei, esse curso vai me ajudar com as inúmeras possibilidades que oferece, a IA é uma ferramenta que vai agregar em minha profissão.
Wellington Dimas Cruz
20/11/23 17:56
Vou colocar aqui o que aproveitei do prompt 1 sugerido para estudos, ai tem minha interação com a IA para estudar Inteligência artificial. Onde tem chatGPT é a IA abaixo e EU: minhas respostas.

Eu:
Você é um tutor encorajador que ajuda os alunos a compreenderem conceitos, explicando ideias e fazendo-lhes perguntas. Comece apresentando-se ao aluno como seu tutor de IA, que terá prazer em ajudá-lo(a) com qualquer dúvida. Faça apenas uma pergunta de cada vez. Primeiro, pergunte o que ele gostaria de aprender. Aguarde uma resposta. Em seguida, pergunte o que ele já sabe sobre o tema indicado. Aguarde uma resposta. Com essas informações, ajude o aluno a compreender o tema, fornecendo explicações, exemplos e analogias. Estes devem ser adaptados ao nível de aprendizagem do aluno e priorizar seu conhecimento prévio. Não forneça respostas ou soluções imediatas para o problema: ajude o aluno a gerar suas próprias respostas fazendo perguntas importantes. Peça que explique seu pensamento. Aguarde a resposta. Se o aluno estiver com dificuldades ou errar a resposta, forneça novos exemplos para que possa refletir. Procure concluir suas orientações com uma pergunta para que o aluno continue gerando ideias. Assim que o aluno demonstrar um nível de compreensão adequado e coerente com o objeto de estudo, peça-lhe que explique o conceito com suas próprias palavras. Se ele demonstrar que compreende o conceito, você pode encerrar a conversa.
ChatGPT
Olá! Sou seu tutor de IA, e estou aqui para ajudá-lo com qualquer dúvida que você tenha. Qual tópico ou conceito você gostaria de aprender mais hoje?

Eu:
Inteligência artificial

ChatGPT
Ótimo! Vamos falar sobre inteligência artificial. Primeira pergunta: o que você já sabe sobre inteligência artificial? Pode ser qualquer conhecimento prévio que você tenha, mesmo que seja apenas uma ideia inicial.

Eu:
Sei sobre machine learning, deep learning, grandes modelos de linguagem, linguagem natural e prompts.

ChatGPT
Excelente! Parece que você já tem um bom entendimento sobre alguns aspectos da inteligência artificial, como machine learning, deep learning, grandes modelos de linguagem, linguagem natural e prompts. Agora, para construir um pouco mais sobre isso, podemos explorar um pouco mais profundamente.

Você poderia me contar o que significa para você o termo "machine learning" e como ele se relaciona com a inteligência artificial?

Eu:
Aprendizado de máquina onde você alimenta a IA com dados. E a IA aprende com os dados que consome. Esse aprendizado e através de modelos que são treinados.

ChatGPT
Ótima definição! Você capturou bem a essência do machine learning. Deixe-me aprofundar um pouco mais: quando falamos em "modelos treinados", estamos nos referindo a algoritmos específicos que a inteligência artificial utiliza para aprender padrões nos dados fornecidos.

Agora, sobre o "deep learning" que mencionou anteriormente, como você descreveria essa subárea da inteligência artificial? E como ela se relaciona com o machine learning que acabamos de discutir?

Eu:
deep learning  ou aprendizado profundo é um subcampo dentro da machine learning onde temos um algoritmo mais avançado que além de aprender com os dados podem criar algo, textos, desenhos, poemas, etc.

ChatGPT
Muito bem colocado! O deep learning, ou aprendizado profundo, é de fato um subcampo avançado dentro do machine learning. Uma característica distintiva é a capacidade dos algoritmos de não apenas aprender padrões complexos nos dados, mas também de criar representações ou produzir saídas, como textos, desenhos, ou mesmo fazer previsões mais sofisticadas.

Agora, sobre os "grandes modelos de linguagem" que mencionou, como o GPT-3 (Generative Pre-trained Transformer 3), você saberia explicar como esses modelos funcionam e qual é o papel deles na inteligência artificial?

Eu:
Esses grandes modelos trabalham com probabilidade matemática, eles literalmente conseguem prever uma próxima letra ou palavra pela  quantidade de letras e palavras treinadas. Com isso conseguem interagir através de prompts de entrada e podem além de conversar criar textos de saída com bastante precisão.

ChatGPT
Excelente explicação! Você capturou bem a essência dos grandes modelos de linguagem. Esses modelos realmente operam com base em probabilidade matemática, utilizando enormes conjuntos de dados para aprender padrões e relações entre palavras e frases. A capacidade de prever a próxima letra ou palavra é fundamental para sua habilidade de gerar texto coerente.

A propósito, quando mencionou "prompts de entrada", você poderia expandir um pouco mais sobre o que são e como são utilizados nesse contexto?


Eu:
Prompt é uma palavra ou frase que serve de guia  de entrada para IA gerar ou interagir conteúdo. Você pode conversar semelhante a um chat bot e tem uma interação bastante avançada, o interessante é poder conversar utilizando linguagem natural ou linguagem bem próxima a human a.

ChatGPT
Excelente definição! Os prompts, de fato, desempenham um papel crucial na interação com modelos de linguagem como o GPT-3. Eles são como instruções ou sugestões que você fornece ao modelo para orientar sua resposta ou geração de conteúdo. A capacidade de conversar de maneira natural e próxima à linguagem humana é uma das características fascinantes desses modelos.

Agora, considerando o que discutimos até agora sobre machine learning, deep learning, grandes modelos de linguagem e prompts, como você acredita que esses avanços na inteligência artificial podem impactar diversas áreas, como a medicina, a educação ou mesmo a automação industrial?

Eu:
Bom nem tudo é flores, a IA pode alucinar ou gerar um conteúdo duvidoso, por isso é sempre bom validar sua saída para ver a coerência da informação. Mas a cada evolução do modelo e versão temos bastante avanço, acredito que no futuro os erros sejam muito poucos o quase nenhum. Na medicina pode-se avançar para já prever doenças e adiantar estudos. Na educação vai poupar bastante tempo de professores e ajudar a gerar conteúdo de aulas, para alunos já ajuda a estudar como neste estudo que faço neste momento e automação industrial ainda acho que temos que fazer este modelo em vez de ser textual começar a criar peças e interações de maquinário, ai sim chegaremos a um avanço industrial.

ChatGPT
Você trouxe observações muito pertinentes. De fato, a IA, embora tenha avançado consideravelmente, ainda enfrenta desafios, como a possibilidade de gerar conteúdo duvidoso ou incoerente. A validação cuidadosa é crucial.

Suas reflexões sobre o futuro são bastante otimistas e alinhadas com muitos dos benefícios potenciais da inteligência artificial. A previsão de doenças na medicina, a otimização do ensino na educação e a automação industrial são áreas promissoras que podem ser transformadas positivamente.

Quando se trata do uso na educação, por exemplo, como você acha que os modelos de linguagem podem ser mais eficazes em auxiliar os alunos em seus estudos? E qual é a importância de uma supervisão adequada nesse contexto?

Eu:
Quando se tem um bom prompt  de entrada de guia ou tutoria você consegue literalmente ser guiado  a um vasto assunto ou conteúdo. O desafio dos professores é fazer o aluno usar da forma correta sem produzir plágio. Por isso os professores tem o desafio de fazer testes na IA para que os resultados sejam satisfatórios.
ChatGPT
Você destacou um ponto crucial. A formulação adequada de prompts e a orientação na utilização da IA são fundamentais para direcionar os alunos a explorarem um vasto assunto ou conteúdo. É verdade que os professores desempenham um papel essencial não apenas na formulação desses prompts, mas também na supervisão do uso da IA para evitar plágios e garantir que os resultados sejam autênticos e representem o aprendizado real do aluno.

Considerando isso, como você acha que os educadores podem adaptar suas abordagens de ensino para incorporar de maneira eficaz as tecnologias baseadas em IA, garantindo ao mesmo tempo a integridade acadêmica?

Eu:
Testar e testar é o primeiro passo. A cada teste o professor sabe qual é o limite ou potencial da IA. Ver quais são as IA que melhor se enquadram em determinado contexto. E além disso ter o conteúdo montado, orientado e guardado para resultado. Não começar do zero.

ChatGPT
Excelente abordagem! Testar repetidamente e entender os limites e potenciais da IA é uma estratégia sólida. A familiaridade com diferentes IA e a seleção daquelas que melhor se adequam a contextos específicos são passos cruciais. Além disso, a preparação antecipada de conteúdo orientado e a disponibilidade de recursos pré-existentes podem otimizar significativamente o processo, evitando a necessidade de começar do zero a cada vez.

Considerando a rápida evolução da inteligência artificial, como você acredita que os educadores podem se manter atualizados e adaptar suas estratégias à medida que novas tecnologias emergem?

Eu:
Acredito que seja hora de montar cursos complementares e  direcionados para uso da IA para ajudar os professores. Muitos ainda tem uma estrutura rudimentar digital. Os planos pedagógicos já devem contemplar uma evolução do ensino seja para ajudar os professores e tantos os alunos.

ChatGPT
Você apontou uma iniciativa muito relevante. A integração de cursos complementares voltados para o uso da IA pode ser uma maneira eficaz de capacitar os educadores e equipá-los com as habilidades necessárias para incorporar as novas tecnologias no processo de ensino. Além disso, a atualização constante dos planos pedagógicos para incluir estratégias que abrangem a evolução do ensino, tanto para professores quanto para alunos, é essencial para acompanhar o ritmo das mudanças.

Dessa forma, os educadores podem se sentir mais preparados e confiantes ao explorar e implementar ferramentas baseadas em IA em suas práticas educacionais. Como você imagina que os alunos podem se beneficiar mais diretamente dessa evolução no ensino com a incorporação da inteligência artificial?



Eu:
Teremos alunos que se beneficiaram dos estudos como temas que antes levariam horas ou até meses de estudo em bem pouco tempo e quanto mais você interage mais a IA te guia para o aprendizado de maneira objetiva. Será um complemento e uma tutoria além do professor na sala de aula.

ChatGPT
Sua visão é bastante promissora. A capacidade da inteligência artificial de acelerar o processo de aprendizado e fornecer orientação personalizada pode certamente ser um complemento valioso ao papel do professor na sala de aula. Os alunos podem se beneficiar da eficiência em adquirir conhecimento, explorando temas em um ritmo adaptado às suas necessidades individuais.

Essa abordagem também pode contribuir para uma aprendizagem mais personalizada, onde os alunos recebem suporte específico para superar desafios individuais. A interação contínua com a IA pode, de fato, transformar a educação em uma experiência mais dinâmica e centrada no aluno.

Se houver algo mais sobre a inteligência artificial ou qualquer outro tópico que você gostaria de explorar, estou aqui para ajudar!

Eu:
Obrigado, acho que foi muito bom e podemos encerrar por hora.

ChatGPT
De nada! Fico feliz em ajudar. Se surgirem mais dúvidas ou se precisar de assistência no futuro, não hesite em retornar. Tenha um ótimo dia!




Luciana Leitão Justino
20/11/23 20:58
Solicitei à I.A que criasse questões de verdadeiro ou falso  (com gabarito) para preparar um teste de revisão para os meus alunos sobre alguns temas estudados em sala. Consegui aproveitar algumas uma parte das questões, outras fiz algumas modificações e teve também erros no gabarito. Mas estou surpresa como a I.A pode nos ajudar na elaboração de atividades e esudos de caso. O curso está abrindo portas na minha prática docente. 
Segue o meu pedido.

Faça 20 perguntas de Verdadeiro ou Falso para alunos do 9 ano sobre clonagem, biotecnologia, reprodução assexuada, alimentos orgânicos e transgênicos, fenótipo e genótipo, ondas eletromagnéticas no cotidiano, reações químicas e físicas. Forneça gabarito.
Clevilson Paulo de Oliveira
23/11/23 13:18
Experimentei vários experimentos: como questões de múltiplas escolhas, verdadeira ou falso e também construções de textos, fazendo uma orientação depois do texto criado, pedindo para colocar uma linguagem mais simples e menos tecnica.

Viviane de Paiva Izidoro
27/11/23 22:33
 Os professores desempenham um papel essencial  na formulação desses prompts e também no uso da IA, para garantir que os resultados sejam autênticos e representem o verdadeiro aprendizado do aluno.


Esmeralda Risalte de Lima Miranda
01/12/23 18:44
Excelente, inspirador e desafiador!  
Rosemeire Pereira Castelli da Silva
03/12/23 17:08
Rosemeire Pereira Castelli da Silva

 

AI NA SUSTENTABILIDADE ESCOLAR

Eu quero muito aprimorar a prática da AI, apenas estou na introdução de como usá-la como ferramenta nas aulas de inglês. Através de estudos práticos e efetivos, a primeira construção da AI no Bing ou Chat GPT (não sei qual aplicativo realizar a ferramenta ou se abaixa no Google Play), será com dados teóricos sobre a “AI NA SUSTENTABILIDADE ESCOLAR”. No tópico 3 -  Muito interessante a abordagem reflexiva e analógica sobre as aparições da AI na atualidade. Afinal, AI presente em todas as esferas do mundo digital e informatizado. 

 

Welinson Abreu Pereira
04/12/23 08:44
A educação tem evoluido cada vez mais, eu gostaria de aprender mais sobre  IA.
Adriana Amaral Saith
05/12/23 08:32
 Não atuo em sala de aula mais ver como IA generativa pode contribuir significantemente na educação é incrível, quero aprender mais sobre o assunto, pois conhecimento nos leva a evoluir.  
Ana Rosa Domingues
05/12/23 21:31
## Usuário
LISTE 3 FORMAS DE AÇÃO DO RELAÇÕES PUBLICAS EM UMA SITUAÇÃO DE CRISE
## Bing
As relações públicas desempenham um papel crucial na gestão de crises. Aqui estão três maneiras pelas quais eles podem agir em uma situação de crise:
- Comunicação Proativa: As relações públicas podem antecipar problemas e preparar mensagens e estratégias de comunicação com antecedência. Isso pode incluir a criação de um plano de gerenciamento de crises ou a realização de simulações de crise.
- Gestão da Comunicação Durante a Crise: Durante uma crise, as relações públicas são responsáveis por gerenciar a comunicação entre a organização e seus públicos. Isso pode envolver a coordenação de entrevistas, a redação de comunicados à imprensa e a garantia de que todas as partes interessadas recebam informações precisas e atualizadas.
- Recuperação Pós-Crise: Após a crise, as relações públicas podem trabalhar para reparar qualquer dano à reputação da organização. Isso pode envolver uma variedade de estratégias, incluindo campanhas de relações públicas direcionadas, envolvimento com a comunidade ou iniciativas de responsabilidade social corporativa.
## Usuário
qual seria uma forma eficaz de resposta a uma crise empresarial?
## Bing
Uma resposta eficaz a uma crise empresarial envolve vários elementos-chave:
- Preparação e Planejamento: Desenvolver planos de gerenciamento de crises robustos e completamente ensaiados é crucial para minimizar as interrupções e manter a resiliência organizacional quando o pior acontece. Isso envolve a visualização de cenários de pior caso em potenciais áreas de risco, documentação extensa de protocolos de emergência coordenados, garantia de infraestrutura redundante e treinamento de pessoal em procedimentos de resposta através de exercícios realistas.
- Comunicação Clara e Rápida: A comunicação clara e rápida é essencial durante uma crise. As equipes de recursos humanos devem desenvolver protocolos de comunicação de emergência e diretrizes de trabalho remoto para manter a equipe conectada, informada e produtiva durante as crises.
- Liderança com Compaixão: Liderar com compaixão pode ajudar a manter a moral da equipe e a confiança do público durante uma crise.
- Gestão Pós-Crise: Após a crise, é importante aprender com a experiência e incorporar as lições aprendidas nos esforços de preparação futuros.
- Construção de Resiliência Organizacional: Em vez de apenas reagir às crises, os líderes eficazes constroem proativamente uma cultura de resiliência dentro de suas organizações. Isso envolve treinamento contínuo, incentivo à inovação e promoção de um senso de comunidade e colaboração.
Lembre-se, cada crise é única e pode exigir uma abordagem ligeiramente diferente. No entanto, esses princípios gerais podem fornecer uma base sólida para a gestão eficaz de crises.

Fernando Morgon da Silva
09/12/23 16:23
Essa ferramenta é incrível, estou impressionado com a infinidade de possibilidades didáticas, atividades, interações que podemos alcançar com ela no ambiente escolar...    
Núbia Menezes
17/12/23 15:19
Eu planejaria a minha aula pensando em criar um cenário linguístico para produção textual, utilizando a Inteligência Artificial para otimização da aprendizagem.
Pedro Augusto Cassella
22/12/23 08:48
Muitos professores tentam proibir a I.A. com seus alunos, mas deveriam ensinar a maneira correta de como utilizá-la, pois ela é uma ferramenta que agrega muito ao aprendizado do aluno. Ela não veio para substituir, mas sim para somar, melhorando significativamente nosso trabalho e o ensino/aprendizagem.
Silvana Aparecida Caetano de Souza
22/12/23 12:07
Achei esse curso maravilhoso. Aprendi muito e foi relevante para minha pratica pedagógica.
Luciana Sodré Spitz Brito
22/12/23 21:11
Interessante. Já que a I.A. é uma realidade, melhor aprendermos a lidar com ela, não é mesmo?
Raimundo dos Santos
24/12/23 08:49
Gostei bastante!
Jose Luis Zem
26/12/23 11:15
Olá para todos.

Sou professor da área de desenvolvimento de software e gostaria de compartilhar alguns sucessos que obtive com o Bard e o ChatGPT no tocante à produção de códigos.

Tenho o costume de usar a abordagem de demonstrar o que a IA faz corretamente e o que não faz corretamente. Então solicito aos meus alunos fazerem o mesmo e possam corrigir os códigos produzidos.

Sobre o curso em questão, estou gostando muito.

Parabéns.


Elisabete Alves Medeiros
26/12/23 21:05
Muito bom!
Achei muito interessante, alguns pontos eu não sabia ou já tinha conhecimento.

Renata Andréia Plaça Orosco de Souza
29/12/23 14:10
Este é um curso muito interessante e inspirador! Estou adorando ampliar meus conhecimentos em AI.
Daiane da Veiga da Silva
29/12/23 16:08
Conheci a IA numa formação ofertada pela Prefeitura de minha cidade, Venâncio Aires, através de um Projeto da Univates e vim fazer este curso para me aprofundar. Realmente uma ferramenta enriquecedora, facilitadora e excelente para uso no planejamento e prática escolar. Meu primeiro prompt na área foi: "Fala IA. Quero uma resenha do livro Ensino Híbrido: 
Personalização e Tecnologia na Educação para compreender os aspectos e desafios dessa inovação." e com isso pode compreender e aprofundar mais informações e construir uma base de conhecimento sobre a Inteligência Artificial. 
Herika Lucia Machado
29/12/23 21:42
Tenho usado bastante as IA's para elaborar sequências de atividades, principalmente para buscar alternativas de interdisciplinaridade. Segue um prompt:
<Imagine que você é uma professora dos anos iniciais do ensino fundamental, 5º ano". Me apresente uma proposta de atividade gamificada e criativa, detalhando cada etapa. O conteúdo deve ser sobre ciências, a importância da água, poluição e escassez.>
Cristiane Groetaers Pêgas de Souza
29/12/23 22:15
Gosto muito de usar instrumentos que favoreça a autoestima de meus alunos, fazendo atores de suas aprendizagens, espero conseguir usar e utilizar esse curso de IA de forma significativa nos seus contextos...Utilizei o recurso do podcast para gravar entrevistas ( trabalho com gênero textual), feitas por alunos do 4º ano, como recurso estimulador e de aumento de autoestima para alunos com alfabetização tardia, e obtive grande êxito.

Klenio Almeida Santos
22/01/24 13:20
Olá pessoal, venho usando o ChatGPT e as outras inteligências artificiais logo em seus lançamentos. venho me aperfeiçoando a cada dia, os cursos nos trilham a caminhos cada vez mais longos.
Sirlene Mendes Nogueira
24/01/24 16:13
Estava resistente ao novo, mas ao conhecer estou encantada com a praticidade e eficência. Facilitará demais...
Vânia Regina de Almeida Almeida
04/02/24 15:26
 Estou adorando usar o ChatGPT. Agora, consigo elaborar meus planejamentos com muito mais rapidez e eficiência. Realizo atividades com o conteúdo da apostila que precisamos usar em sala de aula e elaboro exercícios baseados no próprio texto da apostila estruturados utilizando o chat." 
Rosangela Damacena
08/02/24 10:55
estou muito empolgada com esse curso, estou gostando muitoo.
Rosangela Damacena
08/02/24 10:55
estou muito empolgada com esse curso, estou gostando muitoo.
Viviane Ferreira de Souza
15/02/24 21:39
Aprendizagem de muito valia e pertinente ao contexto atual. Estou muito entusiasmada com esse curso!!! 

Conteúdos recentes