10 livros importantes para a formação de professores

10livros-importantes-para-professores
Diante da situação delicada que estamos vivendo em virtude da pandemia do coronavírus, às vezes, nos faltam ideias sobre o que fazer com o tempo ocioso e como utilizá-lo de forma positiva e proveitosa. Pensando nisso, a Fundação Telefônica Vivo desenvolveu uma matéria com 10 obras importantes para a formação de um professor.

Para compor essa lista, foram consultados alguns pensadores do Brasil e do mundo, que contribuíram com boas dicas de livros que enriquecem os conhecimentos e possibilitam novos insights sobre práticas pedagógicas e metodologias diferenciadas. A lista é composta pelas seguintes obras:

 
  1. Vidas de Professores (Porto Editora) – António Nóvoa;
  2. A produção do fracasso escolar: histórias de submissão e rebeldia (Intermeios) – Maria Helena Patto;
  3. Pedagogia do Bom Senso (Martins Fontes) – Célestin Freinet;
  4. Ofício do aluno e o sentido do trabalho escolar (Porto) – Philippe Perrenoud;
  5. Diário de Escola (Rocco) – Daniel Pennac;
  6. Práticas Pedagógicas em Imagens e Narrativas: Memórias de processos didáticos e curriculares para pensar as escolas de hoje (Cortez Editora) – Nilda Alves;
  7. Pedagogia do Oprimido (Paz e Terra) – Paulo Freire;
  8. Os condenados da terra (Ciclo Contínuo) – Franz Fanon;
  9. Imagens Quebradas (Editora Vozes) – Miguel Arroyo;
  10.  A Escuta das Diferenças (Editora Mediação) – Carlos Skliar.
 
Ficou curioso(a) para saber a opinião dos especialistas sobre cada uma das obras?
Acesse o site da Fundação Telefônica Vivo e confira a matéria completa.

Conteúdos relacionados