Participe do sorteio: Transforme a educação e concorra a prêmios!

Participe do sorteio: Transforme a educação e concorra a prêmios! Quanto mais cursos você concluir, mais chances de ganhar.

Certificado De Autorização Secap/Me Nº 01.013577/2021

Na zona leste de São Paulo, a professora Vânia continua se adaptando à realidade dos alunos

+
04/09/2020
Integrante de uma família de seis professoras, Vânia Ferreira Biasi não foi a única que se viu buscando novidades para as práticas pedagógicas durante a época de pandemia da covid-19. O Escolas Conectadas já é tradição da família paulista, que está buscando novas ferramentas para se adaptar ao contexto de aprendizagem remota.

Vânia lecionou presencialmente durante um mês para sua turma de segundo ano do Ensino Fundamental da Escola José Carlos Nicoleto Zito, na zona leste de São Paulo (SP), antes do início das medidas de distanciamento social. Recém apresentada à turma, viu na tecnologia uma maneira de manter os laços construídos com as crianças. 

Vânia já era cursista do Escolas Conectadas antes mesmo da pandemia, mas ainda não havia posto os conhecimentos em prática.A aplicação da tecnologia nas turmas da professora Vânia era exclusiva para registro. Ela gravava vídeos dos alunos em sala de aula para publicação nas redes sociais e compartilhamento entre os familiares dos estudantes.

Depois de concluir o curso Competência Digital básica para a Educação, Vânia indicou a formação para a sobrinha, que é professora de História. A mãe e as irmãs de Vânia, as outras professoras da família, não estão atualmente em sala de aula e acompanham a trajetória das duas a distância.

A turminha da professora Vânia é composta de 30 alunos e, por enquanto, a frequência online fica entre 10 e 15, em função do acesso a internet. Ela tem um espaço no Google Sala de Aula, mas é pouco acessada pelos familiares dos estudantes.

— Acho que o problema é que é uma área muito carente, muito violenta. Eles não têm esse acesso a internet. Eu me disponibilizo a qualquer horário, se precisar. Às vezes, eu digito no Sala de Aula e mostro no WhatsApp, quando eles não conseguem acessar. Vão fazendo as atividades comigo pelo WhatsApp — comenta. 

Vânia conta que testou fazer videoconferências com os alunos, mas que a dificuldade de acesso a internet de banda larga foi um grande empecilho.

— Nos primeiros dias, entraram uns 20 alunos, foi um alvoroço, eu não soube como lidar, mas deu certo! Depois eles foram se ausentando… deixo avisado que se não dá para postar [no Google Sala de Aula], ou se naquele dia eles não têm internet, que podem postar a atividade no WhatsApp — explica Vânia.

Para os materiais didáticos, a professora está dando seu próprio toque, customizando o que encontra online voltado para a aprendizagem remota. 

— Gravo alguns vídeos e áudios com a explicação. Estou tentando usar os meios que posso e, com o que vi no curso, procurando espaços diferentes. Vou tentando levar, conciliando o que é do material pedagógico com o meu acréscimo digital — sintetiza.

Se interessou? A próxima turma do curso Competência Digital básica para a Educação começa em 28 de setembro! São 20 horas de curso, no modelo autoformativo. Isso significa que você faz o seu próprio ritmo de estudo. A formação é certificada pelo Centro Universitário Ítalo Brasileiro.
ESSE CONTEÚDO FOI INSPIRADOR?

Comentários - 7


Wãnia Ribeiro de Barros
28/09/20 22:31
Boa noite! Me chamou  a atenção como foram usados os meios em espaços diferentes para conciliar o que é do  material Pedagógico com o acréscimo digital.

Elizeu Grifo Rezende
02/10/20 20:42
Muito significante a matéria. Nunca foi tão necessário o uso de ferramentas da internet.
Ivaniuza Sousa Ferreira Rocha
03/10/20 07:35
Muito importante o assunto; ainda mais no momento que estamos vivendo.acredito que a tecnologia nunca foi tão importante com hoje.
Luciano Kleber Pinheiro da Rocha
03/10/20 17:35
Concordo com os colegas sobre a importância da internet ou da tecnologia em nossas vidas de modo geral, ainda mais em nossa nobre profissão. Pra nós aqui no interior de Parintins Am o problema é que a internet é por gigas de dados e não mega de velocidade, e por isso tivemos que imprimir os materiais na escola, os aluno vinham buscar com data para devolver as atividades e a as explicações são feitas pela rádio local.
Janete Veiga
04/10/20 18:33
Nunca a tecnologia teve tão presente e necessária em nossa vida como no momento atual. Aprender a trabalhar com esses meios é uma estratégia muito importante na área da educação.
Lovani V. Ferrari
05/10/20 08:56
Concordo com os colegas, que a tecnologia nos novos tempos é de extrema importância para o ensino -aprendizagem, onde o professor teve que se transformar,criar novas estratégicas de ensino.
Marly Rodrigues Fama
05/10/20 10:56
De fato, vivemos tempos difíceis e todos nós tivemos que nos reinventar para dar continuidade ao nosso trabalho. O uso das tecnologias, sem a menor dúvida, teve papel de importância fundamental para que isso pudesse acontecer.

Conteúdos recentes