Conheça o novo curso: Se meu computador pensasse - uma correlação entre a lógica computacional e os problemas do dia a dia

meucomputador
Você sabia que podemos utilizar a lógica computacional para lidar com os problemas do nosso dia a dia?

Sabemos que hoje os computadores ainda não detém raciocínio, essa é uma habilidade dos seres humanos. Porém, apesar de não serem pensantes, os computadores podem executar comandos pré-programados, estabelecidos através do uso da inteligência artificial. 

Enquanto isso, nós humanos, podemos aprender a utilizar essa inteligência das máquinas ao nosso favor e com ela compreender com mais clareza as possibilidades que temos acerca dos nossos próprios problemas. Mas como podemos começar? 

Entre as diretrizes da Base Nacional Comum Curricular, está a orientação de aproximar o desenvolvimento da cultura digital nas redes de ensino. Essa diretriz tem como objetivo garantir que os estudantes estejam em sintonia com as competências e habilidades do século XXI. 

Para isso, é necessário abrir as portas escolares para a cultura digital poder entrar nos processos de aprendizagem. Com o intuito de ajudar nessa missão, o novo curso: Se meu computador pensasse - uma correlação entre a lógica computacional e os problemas do dia a dia, disponível na plataforma Escolas Conectadas, se propõe a aproximar educadores do pensamento computacional e fazer com que  percebam o quão presente ele está em nossas vidas.  

Mônica Mandaji, criadora do curso, faz algumas reflexões sobre o tema e a realidade das escolas.

“É fundamental proporcionar às crianças e jovens aprendizagens que os preparem para trabalhar em profissões que ainda não existem. Um dos caminhos passa por possibilitar que as nossas escolas consigam vencer a falta de recursos de infraestrutura, técnica e de formação de professores para alçar voos mais altos e ousados e começar a integrar o pensamento computacional, a programação e a robótica aos seus currículos.” - Mônica Mandaji.

Sobre o curso e o seu viés educativo, Mônica relata que é possível trazer o assunto para as aulas de forma divertida e envolvente:

“O Curso “Se meu computador Pensasse...”, o primeiro de um conjunto de cursos desenvolvido pela Fundação Telefônica Vivo e parceria com o Instituto Conhecimento para Todos – IK4T, dá início a imersão do professor nesta realidade de integrar o Pensamento Computacional em suas aulas de forma divertida e envolvente.” - Mônica Mandaji.

Com a formação, o(a) educador(a) poderá conhecer mais sobre linguagem de programação, robótica e outras questões referentes ao desenvolvimento da cultura digital e da aprendizagem criativa. Para depois aplicar seus conhecimentos nas práticas pedagógicas de forma transversal em projetos interdisciplinares. 

Sobre os objetivos da formação, Mônica cita que: 

“O  curso visa potencializar as capacidades de compreender, analisar, definir, modelar, resolver e comparar problemas e suas soluções, de forma metódica e sistemática, por meio do desenvolvimento de algoritmos ou ainda como caminho que possibilite aos estudantes compreender a importância contemporânea de codificar, armazenar e proteger a informação, além, é claro, de propiciar a construção de uma atitude crítica, ética e responsável no que diz respeito ao uso das tecnologias.” - Mônica Mandaji.

Ficou interessado(a) em saber mais? 

Aproveite, as vagas para o curso estão abertas! São 30 horas de aprendizagem na modalidade autoformativa com certificação do Centro Universitário Ítalo Brasileiro mediante aprovação. 

Garanta a sua inscrição!

Conteúdos relacionados